TJAM inaugura prédio anexo com homenagem à Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro, avô do prefeito de Manaus

(Reportagem: Giselle Campello)

O presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa, inaugurou na manhã desta sexta-feira (30) o mais novo prédio do TJAM. O Anexo I do Edifício Desembargador Arnoldo Péres vai abrigar todos os setores administrativos da instituição, além das Escolas de Aperfeiçoamento do Servidor (EAS/TJAM) e da Magistratura do Amazonas (Esmam).

O auditório do Anexo I, que conta com 500 lugares, recebeu o nome de Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro. A iniciativa foi do desembargador Ari Moutinho, que explicou a sua homenagem. “A entrega deste prédio tem três significados: a materialização do compromisso firmado na minha gestão; o investimento na estrutura das unidades judiciárias; e a escolha do nome deste auditório, que é uma justa homenagem que se presta – embora tardiamente -, ao magistrado amazonense que muito contribuiu com a sua inteligência, retidão moral, e elevado conhecimento jurídico”, declarou.

O homenageado é avô do atual do prefeito de Manaus, Arthur Virgilio Neto, que estava presente no evento. “Eu fico muito orgulhoso com esse gesto grandioso do desembargador Ari Moutinho de homenagear o meu avô, mas sobretudo ressalto a sua sensibilidade social. Esta obra me parece um espaço muito importante do ponto de vista físico, mas seu significado vai muito além; eu vejo a possibilidade de, aqui, se fazer justiça com mais celeridade”, disse o prefeito.

Convidado para estar presente na inauguração, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Mauro Campbell Marques, lembrou que anos atrás eventos do TJAM eram realizados no auditório do Ministério Público do Amazonas (MP/AM), pois a instituição não contava, na época, com uma estrutura física adequada. “Com iniciativas como esta é que valoriza-se aquilo que, para nós magistrados e membros do Ministério Público, é de suma importância: o apoio administrativo. Um servidor que não tem conforto no seu trabalho e não conta com recursos necessários para executá-lo, certamente não fará além do que ele deve fazer e, quando muito, fará somente o que deve fazer”, enfatizou o ministro.

Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE/AM), o desembargador Flávio Pascarelli, que também é diretor da Escola Superior da Magistratura do Amazonas (Esmam), falou sobre o novo espaço da Escola, uma vez que sua estrutura agora irá funcionar no Anexo I do TJAM. “A expectativa é extremamente positiva, porque finalmente a Esmam tem um espaço adequado para o tipo de trabalho que ela desenvolve. Agora nossa equipe terá mais comodidade para trabalhar melhor e os convidados e participantes dos eventos e cursos oferecidos terão mais conforto”, ressaltou Pascarelli.

Homenagem

Arthur Virgílio do Carmo Ribeiro nasceu em Recife (PE), em junho de 1884. Ingressou na magistratura amazonense em 1905 e atuou em diversas Comarcas do Estado do Amazonas. Foi nomeado desembargador em 1930, presidente do TJAM nos anos de 1937 e 1943, e presidente da Corte Eleitoral amazonense no biênio 1946/1947.

Autoridades presentes

Na inauguração do Anexo I estavam ainda presentes o procurador geral do Ministério Público do Amazonas (MP/AM), Francisco Cruz, os deputados estaduais da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) Tony Medeiros (PSL) e Fausto Souza (PSD), o vice-presidente da Associação dos Advogados do Brasil no Amazonas (OAB/AM), Marco Aurélio Choy, e o desembargador aposentado do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Paulo Feitosa. Os magistrados Lúcia Viana, coordenadora da Escola Superior da Magistratura do Amazonas (Esmam), e Paulo Feitosa, da 1ª Vara da Fazenda Pública Municipal da Comarca de Manaus, também estavam presentes.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.