Temporal mata uma pessoa e deixa 15 bairros sem luz no Rio

Rio – Queda de árvores e bolsões de água prejudicam trânsito e paralisam a Linha 2 do metrô. Prefeito Eduardo Paes antecipa volta de Nova York, onde se encontra com Bill Clinton.

Um temporal com fortes rajadas de vento matou uma pessoa e causou uma série de transtornos na manhã desta segunda-feira no Rio. A vítima foi o motorista de uma van, atingida pela queda de uma árvore na Avenida Marechal Floriano, no Centro. Ronaldo Gonçalves Frotinhas foi levado com muitos ferimentos para o Hospital Souza Aguiar, emergência de referência para a região central da cidade, mas não resistiu.

O temporal teve ventos próximos de 90 km/h desde a madrugada. Em Copacabana, o Instituto Nacional de Meteorologia registrou ventos de 87 km/h e derrubou várias árvores. Ficaram sem luz partes de 15 bairros, entre os quais Botafogo, Laranjeiras, Gávea e Jardim Botânico, na Zona Sul; Barra da Tijuca, Jacarepaguá, Bangu e Campo Grande, na Zona Oeste; Méier, Tijuca, Irajá, Guadalupe, Olaria e Penha, na Zona Norte.

Usuários do metrô também foram prejudicados. A circulação da Linha 2 do Metrô, que liga Pavuna a Botafogo, foi interrompida por 20 minutos devido à queda de uma árvore na linha férrea. Por prevenção, o teleférico do Morro do Alemão também teve a operação interrompida às 7h desta segunda-feira.

Seis estações do sistema do BRT Transoeste ficaram sem energia. Com a sinalização inoperante, agentes de trânsito foram acionados para auxiliar o tráfego. Na praia de Copacabana, um banheiro químico foi levado pelo vento.

Eduardo Paes – O prefeito Eduardo Paes antecipou seu retorno à cidade em razão do temporal. Paes está, desde a última sexta-feira, em Nova York, para um encontro na tarde desta segunda-feira com o ex-presidente americano Bill Clinton. Os dois vão anunciar a realização, no Rio, de uma edição do evento Clinton Global Initiative, sobre sustentabilidade e meio ambiente.(Veja)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.