Supermercados ignoram as Leis em Manaus

(Reportagem e foto: Sérgio Costa)

Mesmo com a existência de Leis estaduais e municipais, a maioria dos supermercados instalados na capital do Amazonas não respeita e o resultado são consumidores insatisfeitos, por causa das longas esperas em filas.

As infrações podem ser confirmadas todos os dias, em várias lojas espalhadas pelos bairros e até nos grandes shoppings da cidade.

Entre os mais denunciados estão o Carrefour, do Amazonas Shopping e o DB, do Plaza Shopping, ambos na avenida Djalma Batista.

A reportagem do Portal Amazonianarede conseguiu registrar o desrespeito às Leis, no último sábado, logo no início do expediente. Apesar de existir uma vasta bateria de caixas para pagamento de compras, apenas dois contavam com a presença de funcionários (foto).

Mudança na Lei

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) colocou em tramitação, a Projeto de Emenda à Lei Orgânica do Município (Loman) nº 379/2013, que altera a Lei das Filas (Lei Municipal 167/2005), n0 mês passado, incluindo o fornecimento de senha ou bilhetes com o horário final de atendimento, além de outras mudanças. De autoria do vereador Everaldo Farias (PV), a proposta foi encaminhada à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) da Casa.

Além de obrigar os estabelecimentos a informar o tempo final de atendimento, a emenda prevê a especificação dos estabelecimentos comerciais; a equiparação do valor da multa da lei municipal à lei estadual; a disponibilização de telefone convencional em local de fácil acesso para os clientes realizarem denúncias aos órgãos fiscalizadores e também a fixação de relógio em local visível.

O projeto é destinado às concessionárias de serviços públicos de água, luz e telefone, as agências bancárias, loterias, estabelecimentos de crédito, prestadores de serviço de saúde e os supermercados de Manaus. No caso do descumprimento da nova lei, o estabelecimento deverá ser multado em R$ 25 mil e, em caso de reincidência, a multa será aplicada em dobro e assim sucessivamente.

Denúncias devem ser encaminhadas diretamente ao Procon-AM e às Comissões de Defesa do Consumidor tanto da Assembleia Legislativa do Amazonas como da Câmara Municipal de Manaus.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.