Servidores do SAMU concluem capacitação

Manaus – A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou nesta terça-feira (16), no auditório da Assembleia Legislativa do Estado, a solenidade de formatura de 281 servidores do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que integraram a 1ª Turma do Curso de Suporte Básico de Vida. O curso faz parte do “Projeto de Capacitação dos Profissionais de Atendimento Pré-Hospitalar Móvel” e foi resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Manaus, o Ministério da Saúde e o Hospital Alemão Oswaldo Cruz (HAOC), de São Paulo. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o principal objetivo do projeto é padronizar o atendimento pré-hospitalar oferecido pela Rede SAMU 192, em todo o País.

“É com imensa alegria que estamos certificando esta primeira turma de 281 técnicos Enfermagem e condutores socorristas do SAMU Manaus, que concluiu com êxito uma jornada de 18 meses de aprimoramento, cumprindo todos os critérios estabelecidos pelo Instituto de Educação e Ciências do HAOC”, disse Deodato. O secretário frisou que a permanente capacitação das equipes do SAMU foi tratada como prioridade pela gestão do prefeito Amazonino Mendes. “Além de ampliar e modernizar a estrutura de atendimento do SAMU, o prefeito implantou um Laboratório de Habilidades, espaço muito bem equipado e destinado ao treinamento das equipes do serviço”, acrescentou.

Durante a capacitação, os profissionais/alunos participaram de aulas presenciais (teóricas e práticas) e também de aulas ministradas no sistema de ensino à distância. Plataformas interativas foram utilizadas para que tivessem acesso à literatura especializada, provas e outros conteúdos relacionados aos temas dos 16 módulos de ensino. Para a condução deste trabalho em nível local, dois profissionais membros do Núcleo de Educação de Urgência do SAMU Manaus – o médico Jander de Moraes Araújo e a enfermeira Lêda Lima Sobral – foram previamente capacitados pelo Hospital Alemão Oswaldo Cruz, para atuar como tutores de todo o processo de treinamento.

“O fato de contarmos com a estrutura do Laboratório de Habilidades foi determinante para o sucesso desta iniciativa. Sem este espaço adequado, bem equipado, seria muito difícil executar o projeto. Temos relatos de que, em muitas cidades em que a Rede SAMU está presente, as dificuldades para a realização do curso foram grandes, justamente pela falta de uma estrutura de apoio como esta”, afirmou Lêda Sobral. A Rede Samu tem 147 centrais de atendimento, em todo o País. Destas, 27 – incluindo a de Manaus – foram selecionadas para participar do “Projeto de Capacitação dos Profissionais de Atendimento Pré-Hospitalar Móvel”.

A diretora do Departamento de Atenção Especializada e Serviços de Urgência da Semsa, Cláudia Teixeira, destacou a amplitude da capacitação concluída pelos 281 profissionais do SAMU, que abordou conteúdos relacionados à Política Nacional de Atenção às Urgências; conceitos de Biosegurança e Segurança de Cena; Emergências Pediátricas, Obstétricas, Clínicas Neurológicas, Clínicas Cardiológicas, Psiquiátricas; Atendimentos a incidentes com múltiplas vítimas; Transporte Aeromédico e Aquaviário; Emergências Respiratórias, Metabólicas e Toxicológicas; Trauma e Emergências Cirúrgicas, entre outros temas. “Que ganha com a qualificação do atendimento de urgência e emergência pré-hospitalar é a população, que tem ao seu alcance profissionais bem preparados, aptos a prestar uma assistência de elevado padrão”, afirmou Cláudia Teixeira.

(Foto: Manoel Vaz / Semcom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.