Seleção de Felipão não atrai torcida em sua chegada a Brasília

A população de Brasília não se mostrou muito empolgada com a presença da Seleção Brasileira na capital federal. O time liderado por Luiz Felipe Scolari desembarcou na tarde desta quarta-feira na cidade, palco de sua estreia na Copa das Confederações, contra o Japão, e encontrou bastante tranquilidade.

Ao invés de “neymarzetes” diante do hotel onde a Seleção ficará hospedada em Brasília, havia apenas duas “luquetes”. Era como as duas admiradoras do meia-atacante Lucas, hoje no Paris Saint-Germain, definiam-se em cartazes com dizeres apaixonados e nas entrevistas concedidas para emissoras de televisão neste Dia dos Namorados.

Com o passar do tempo, as duas “luquetes” ganharam (pouca) companhia na ansiosa espera pela Seleção no Brasília Palace Hotel. Uma torcedora com a camisa do São Paulo no corpo, no banco do passageiro de um automóvel decorado com uma imensa bandeira do Brasil, juntou-se às garotas. Assim como não mais do que duas dezenas de curiosos.

Como a aglomeração era muito pequena – minimizada também pelas largas avenidas da capital federal, já enfeitadas com adereços relativos à Copa das Confederações –, o forte esquema policial preparado para receber o Brasil não teve trabalho algum. Ainda mais porque o acesso ao hotel era restrito. Os jogadores só desceram do ônibus lá dentro, sem ter contato com os torcedores.

Apesar de a Seleção Brasileira não ter empolgado o público de Brasília – diferentemente do que havia ocorrido no treinamento da manhã, ainda em Goiânia –, a delegação conseguiu frustrar os poucos torcedores locais animados. “A gente vem de longe para ver os jogadores, e eles não dão nem um tchauzinho”, reclamou a “luquete” vestida com camisa do São Paulo.

Poucos minutos antes, a Seleção já havia evitado contato com o público no aeroporto de Brasília – a equipe desistiu de sair de Goiânia de ônibus por temer tráfego intenso, decidindo recorrer a um voo fretado. O time de Felipão desceu do avião na pista e foi embora pelo terminal de carga e descarga, não passando pelo saguão.

Na tarde de quinta-feira, a Seleção fará o seu primeiro treinamento na cidade onde iniciará a sua campanha na Copa das Confederações. A atividade no Centro de Capacitação Física dos Bombeiros terá uma parte fechada à imprensa. A estreia contra o Japão está marcada para as 16 horas (de Brasília) de sábado, no Mané Garrincha.

(Gazeta)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.