Rio Negro sobe e lanchas voltam atracar no Porto de Cacau-Pirêra

O Negro começou a encher e os barcos já começam a atracar no Cacau Pirera

 

O Negro começou a encher e os barcos já começam a atracar no Cacau Pirera
O Negro começou a encher e os barcos já começam a atracar no Cacau Pirera

Iranduba, AM – Na margem do Rio Negro os transportes fluviais prestam serviços na travessia do Porto do Cacau-Pirêra até o Porto de Manaus localizado no centro da Capital. Com a subida do Rio Negro, o Terminal das lanchas voltou atracar no Porto do Cacau na ultima quinta-feira 13.

Após o período de seca, a água ficava a dois quilômetros do porto do Cacau, os ”lancheiros” sempre enfrentaram o mesmo problema há muitos anos, dificultando o acesso dos usuários até o terminal;

O fluxo de passageiros do transporte fluvial despencam em época de vazante, mas ainda é uma alternativa para quem precisa ir direto ao Centro. É o caso do autônomo Evandro de Souza, 34, que faz travessia todos os dias para Manaus para trabalhar. ”As voadeiras é uma opção pra quem quer fugir do transito de Manaus.” Disse o Evandro.

Em outubro de 2015, o impacto da vazante do Rio Negro foi tema abordado pelo deputado Serafim Corrêa (PSB) na Aleam, sobre a atividade econômica no Distrito de Cacau-Pirêra.

“A solução seria i dentificar uma praia próxima e preparar uma pista, ainda que improvisada, com piçarra, para que táxis, mototáxis, ônibus possam trafegar e chegar à beira do rio. E nessa beira do rio, os transportes fluviais possam  fazer o desembarque de pessoas e de mercadorias” disse Serafim.

Apesar da falta de apoio para construir um porto definitivo em Cacau-Pirêra, o turismo tem sido uma alternativa de transporte para os ”lancheiros”, o seguimento também ajuda movimentar a economia no local.

Apesar da falta de apoio para construir um porto definitivo em Cacau-Pirêra, o turismo tem sido uma alternativa de transporte para os ”lancheiros”, o seguimento também ajuda movimentar a economia no local. 

Amazonianarede-Portal do Iranduba

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.