Quatro colombianos são presos em Manaus com dinheiro e drogas

Colombianos presos
Colombianos presos

Manaus – Uma quadrilha composta por quatro colombianos foram presos, nesta quarta-feira (5) em Manaus com mais de 15 kg de droga e R$ 15 mil em dinheiro. A ação ocorreu após um mês de investigações iniciadas a partir de denúncias anônimas.

Uma adolescente foi apreendida com os suspeitos. A polícia afirma que eles atuavam na capital há cerca de um ano. Um dos envolvidos utilizava documentos falsos.

De acordo com o delegado adjunto do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc), Thyago Tenório, denúncias levaram a polícia à residência utilizada por eles para esconder entorpecentes.

No local, situado no Novo Aleixo, Zona Norte da capital, residia o casal, Campos Elias Valencia Medina, de 66 anos, e a esposa dele, Lia Montenegro de Valencia, 58 anos. A filha, de 17 anos, foi apreendida.

Fernando Torres Alvarez, 40 anos, e Edwin Sneider Puentes Alavrez, 27, foram detidos no momento em que chegavam na casa. Eles são apontados como tio e sobrinho.

Com eles, a polícia diz ter apreendido R$ 5 mil. Durante a abordagem, eles informaram a existência de drogas no quintal da residência. O entorpecente estava enterrado no quintal.

Ao todo, foram encontrados mais de 15kg de Skank, distribuídos em 18 tabletes. Ainda no local, foram apreendidos uma picup e diversos equipamentos eletrônicos, supostamente comprados com o dinheiro do tráfico.

Segundo o delegado Tenório, a droga pertencia ao tio e sobrinho, e os dois utilizavam a residência do casal para esconder o material. A polícia afirma que a ligação entre eles ocorre desde de que eles moravam na Colômbia.  “O Fernando poderia ter escolhido qualquer pessoa para esconder a droga, mas ele escolheu um casal colombiano”, disse o delegado.

Na delegacia, Fernando Torres Alvarez apresentou documentos de RG e CNH falsos. “Estou em Manaus há um ano e um mês. Um brasileiro encomendava a droga da gente. Eu não sei para onde ela ia depois. Não era eu quem trazia a droga, eu a recebia”, disse. Campos Medina negou envolvimento no esquema.

Drogas e dinheiro aprrendidos
Drogas e dinheiro aprrendidos

“Eu só guardava a droga para eles”, declarou. Na delegacia, os outros envolvidos não quiseram comentar o envolvimento no esquema.

Segundo o delegado, os suspeitos devem ser autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Fernando Avarez também deve responder por uso de documento falso. O delegado informou ainda que irá analisar se o casal deverá ser indiciado por corrupção de menor da filha.

Amazionianarede-Assessoria

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.