Quadrilha envolvida com o tráfico de drogas no município de Itacoatiara foi presa na operação “Colmeia”

Policiais Civis e Militares do município de Itacoatiara, distante 176 quilômetros em linha reta da capital, em uma ação integrada, sob o comando do Delegado Titular, Lázaro Santiago, deflagraram na manhã de quinta-feira (27), por volta das 6h, a operação “Colmeia”, que resultou na prisão de quatro pessoas envolvidas com o tráfico de drogas naquele município.

As investigações começaram há três meses, após o atentado à casa de policiais civil e militar no município. De acordo com informações dos investigadores, o atentado era para intimidar a polícia local que vinha fazendo prisões relacionadas ao tráfico de entorpecentes.

Ainda segundo a equipe de investigação, na ação foram cumpridos oito mandados sendo, quatro de busca e apreensão e quatro de prisões preventivas expedidos pelo juiz Odílio Pereira da Costa Neto, da 3º Vara Cível e Criminal de Itacoatiara, e teve como finalidade desarticular uma quadrilha de traficantes que fazia distribuição de entorpecentes em larga escala na cidade.

O pedreiro Jackson Vinhote da Silva, 34, conhecido como “Tonzão”, foi preso na rua 1 do bairro São Raimundo. O autônomo Nelson Fernandes da Costa Neto, 34, conhecido por “Nelsinho” ou “Titan” foi preso na rua Abílio Nery, bairro Jauary 2. Na rua Vereador Nelson, no mesmo bairro, os policiais prenderam Etiemerson de Souza Moura, 25, o “Tonzinho”.

Já o comerciante Haroldo Martins Macedo Júnior, 35, conhecido como “Perereca” foi preso na rua 4, conjunto Novo Horizonte, bairro Iracy. No lugar funcionava uma casa de Pôker clandestina, e de acordo com os policiais, o local é considerado uma área nobre da cidade e servia de ponto de distribuição de entorpecente. O comerciante foi autuado em flagrante por posse ilegal de munição de arma de fogo (Artigo 12 da Lei n° 10.826/03) e jogo de azar (Art. 50 da Lei n° 3688/41).

Durante a operação foram apreendidos 2 televisores de 42 polegadas, 500 munições calibre 22, 60 munições calibre 12 de uso restrito, duas motos, sendo uma CB 300 e outra Titan 150, seis aparelhos celulares, aproximadamente 800 gramas de substância entorpecente com aspecto de cocaína, R$ 622 em espécie, além de material para embalo da droga e um punhal.

Um quinto integrante da quadrilha, conhecido por Aldo Albuquerque de Souza está preso no município de Urucurituba, mas será levado à Itacoatiara para responder pelos crimes que constam contra ele. Na época em que foi detido, foi encontrado 1 kg de drogas na posse dele.

Os policiais destacaram ainda, que durante os três meses de investigações foram apreendidos R$ 10 mil em espécie do esquema criminoso e apresentado à Justiça do município. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, todos serão levados para a Unidade Prisional de Itacoatiara, onde ficarão à disposição da Justiça.

Fonte: Ascom

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.