Prosamim assina convênio para examinar saúde de 15 mil famílias beneficiadas pelo Programa

Amazonianarede – Agecom

Manaus – Tem início neste mês o plano de execução do Convênio de Cooperação Técnica para implantação do Programa de Controle de Enfermidades Tropicais Desatendidas. O Termo foi assinado na manhã desta sexta-feira, 15 de março, pelos representantes da Unidade de Gerenciamento do Prosamim (UGPI), Frank Lima; da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), Bernardino Cláudio de Albuquerque; da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Antônio Evandro Melo de Oliveira; e da Secretaria de Educação do Amazonas (Seduc), Rossieli Soares da Silva.

O titular da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Pauderney Thomaz Avelino, não pôde comparecer ao ato mas assinou o documento posteriormente.

Por meio do Programa de Enfermidades será realizado um trabalho para controlar as doenças tropicais negligenciadas que prevalecem em Manaus, em particular os helmintos intestinais transmitidos pelo contato com o solo e ingestão de alimento e água. A meta é evitar que os helmintos não sejam uma ameaça para a saúde da população, especialmente para as populações vulneráveis, como mulheres em idade fértil e crianças menores de 15 anos.

Os helmintos são parasitas que afetam o equilíbrio nutricional das pessoas interferindo na absorção de nutrientes, causando sangramento intestinal, como consequência anemia e desnutrição. Eles também podem
causar complicações importantes, como a obstrução intestinal ou prolapso retal. Em mulheres em idade fértil infecções por helmintos intestinais são uma causa comum de anemia e desenvolvimento fetal retardado, resultando em uma deterioração da saúde da mãe e da criança.

Durante a assinatura do Convênio o titular da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM),Bernardino Cláudio de Albuquerque, observou que a fundação também irá acompanhar a transmissão de protozoários para as comunidades que estão nas três etapas de interferência de obras do Prosamim.

Ao todo 15 mil famílias serão atendidas mas a amostragem para coleta de exames e identificação dos helmintos e protozoários será em 25% do total geral de famílias nas etapas I, II e III do Prosamim, que estão principalmente nas Bacias do Igarapé do Quarenta e do São Raimundo. Este convênio vigorará até outubro de 2016, podendo ser prorrogado por mútuo acordo dos Partícipes, mediante Termo Aditivo.

Para a execução dos trabalhos, a Unidade de Gerenciamento do Prosamim irá repassar aos parceiros R$ 1.200.000,00, seguindo cronograma de desembolso preestabelecido. O dinheiro será disponibilizado como recursos técnicos, repasse de equipamento, material de consumo e/ou prestação de serviços.

Orientação – As secretarias estadual e municipal de Educação entram na cooperação técnica com ações de orientações preventivas para estudantes. As secretarias de Educação deverão desenvolver atividades que instruam e orientem, por meio de material gráfico, apresentações teatrais, oficinas e outras ações lúdicas, os alunos nas escolas, promovendo a higiene das mãos e dos alimentos, e tornando o ambiente mais saudável,
de forma a prevenir a transmissão das doenças negligenciáveis.

Já a última convenente, que é a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), irá realizar o tratamento de usuários que apresentem resultados laboratoriais positivos; notificar, monitorar e avaliar os casos diagnosticados e tratados de doenças transmitidas pelo solo. A Semsa também ficará responsável por capacitar professores, líderes comunitários e profissionais de saúde.

Os tratamentos a serem feitos pela Semsa, sempre de outubro a dezembro de cada ano, serão estabelecidos em parceria com a FVS-AM e o público prioritário serão mulheres gestantes e jovens menores de 15 anos. O gestor da FVS-AM informou que os exames vão possibilitar a análise da saúde das comunidades beneficiadas pelo Prosamim, que ainda não foram reassentadas, para as que já residem em moradias adequadas,com saneamento básico implantado.

O gestor institucional do Prosamim, Lúcio Rabelo, informou que, para trabalhar neste projeto junto às comunidades, algumas Organizações Não Governamentais (ONGs) serão contratadas através de licitação, pelo Programa.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.