Preso atirador que matou criança em salão de beleza no bairro da Paz

(Foto: Ascom)

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), coordenada pelo Delegado Titular, Antônio Rondon Jr., prendeu em flagrante na noite de segunda-feira (11), por volta das 23h, Frank Denieer Souza de Araújo, 21, em um flutuante no lago do Puraquequara, Zona Leste da capital.

O homem é suspeito de matar Lara Ketellyn Pereira da Silva, 6, com seis tiros e atingir com cinco tiros o tio da criança, Silvério Oliveira Frota Carneiro Júnior, 23. A mulher de Silvério, Rosilane Castro de Oliveira, 24, e Nadir de Albuquerque Melo, 46, também foram atingidas pelos disparos e seguem internadas. O crime ocorreu no último domingo (10), por volta das 18h, em um salão de beleza localizado entre as ruas 2 e 3 do bairro da Paz, Zona Centro-Oeste de Manaus.

Na ocasião, as três vitimas atingidas pelo suspeito foram levadas para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul. Na tarde desta terça-feira (12) Silvério não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.
Durante coletiva de imprensa realizada na manhã de hoje na sede da DEHS, o Delegado Antônio Rondon Jr. revelou detalhes das investigações. Segundo ele, no dia do crime, os investigadores do plantão foram até o local e fizeram o levantamento primordial para um bom desenvolvimento do inquérito policial.

“Com base nestas informações conseguimos identificar as vítimas e as características físicas do autor dos disparos, que chegou ao local do fato em um carro modelo Fox, de cor vermelha, entrou no estabelecimento comercial e efetuou pelo menos 15 disparos de pistola PT 40. Um deles atingiu a criança, que morreu na hora. Os três adultos também foram alvejados e Silvério acabou não resistindo. No dia seguinte começamos as diligências e, com isso, identificamos o suspeito. Tivemos o apoio dos familiares de Frank para chegarmos até o local onde ele estava escondido”, disse.

Ainda de acordo com Antônio Rondon Jr., no momento em que era levado para a DEHS para prestar esclarecimentos, Frank confessou a autoria do crime, mas negou querer matar a criança. Ele afirmou que Silvério seria desafeto dele. “Frank alegou ter cometido o crime porque Silvério o culpava pela morte de “Caverinha”, crime ocorrido no início deste ano. Apreendemos os celulares do suspeito e da companheira dele e constatamos que ele confessa, por meio de mensagens, a autoria do crime”, declarou.

O Titular da DEHS destaca ainda que os trabalhos em torno deste caso irão continuar para prender o comparsa de Frank, que o ajudou com a arma utilizada no crime e durante a fuga do suspeito do local do crime. “Esta pessoa já foi identificada e agora os trabalhos irão continuar para conseguir prendê-la como partícipe deste homicídio”, frisou.

“Quero parabenizar os Policiais Civis da DEHS, coordenados pelos Delegados Antônio Rondon Jr. e Débora Mafra, pela atuação neste caso e ressaltar a honra na elucidação deste crime com a prisão do principal suspeito”, destacou o Delegado Geral, Josué Rocha, durante a coletiva de imprensa.

“A Polícia Civil do Amazonas mais uma vez teve êxito prendendo o principal suspeito deste caso, que causou grande comoção na população. Quero destacar que não medimos esforços para dar uma resposta para a sociedade. Os trabalhos foram realizados de forma ininterrupta desde a hora que fomos informados, foi estendido pela madrugada de hoje e só encerrou no momento em que Frank foi preso no lago do Puraquequara”, declarou o Diretor de Polícia Metropolitana (DPM), Delegado Emerson Negreiros.

De acordo com o Diretor do DPM, a Polícia Civil continuará firme nas ações de combate à criminalidade, tendo a certeza de que a Justiça do Estado saberá dar a resposta que este caso requer.

Frank Denieer, que já tem passagem pela polícia por tráfico de drogas, além de homicídio e receptação, desta vez foi autuado em flagrante por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e por tornar impossível a defesa da vítima (Artigo 121, inciso 2º, do Código Penal Brasileiro) e duas tentativas de homicídio (Artigo 121, combinado com o artigo 14 , do CPB).

Após os trâmites realizados na unidade policial, Frank Denieer será encaminhado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoal, onde ficará à disposição da Justiça.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.