Prefeitura intervém em área pública invadida no Japiim

Prefeitura desarticula invasão no Japiim
Prefeitura desarticula invasão no Japiim
Prefeitura desarticula invasão no Japiim

Manaus, AM – Um barraco de madeira e demarcações de futuros lotes foram retirados nesta sexta-feira, 4, em operação da Prefeitura de Manaus para a desocupação de um terreno invadido cuja finalidade é se transformar em uma área de lazer para os moradores do Manaus 2000, no Japiim, zona Sul, perto da avenida Buriti.

O Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) recebeu denúncia da irregularidade via Disque Ordem, no dia 26 de agosto, e no dia seguinte, 27, uma equipe de fiscais esteve no endereço fazendo o reconhecimento do local.

Menos de 72 horas depois de a fiscalização passar no local, uma família construiu uma casa de alvenaria ao lado da quadra de areia existente, cavando inclusive uma fossa no local. Uma outra construção de madeira também foi encontrada ao lado.

Barraco de madeira demolido na operação
Barraco de madeira demolido na operação

Depois de novo reconhecimento feito dia 1º de setembro, o Gabinete de Gestão Integrada do Município (GGIM), acionado pelo Implurb, montou operação para desmonte da nova invasão na área pública, com participação das secretarias municipais da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) e de Infraestrutura (Seminf), Grupo de Operações Especiais (GOE)/ Guarda Militar, Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e apoio da Polícia Militar.

Os ocupantes não apresentaram qualquer documentação referente à posse do lote.

Demarcações de futuros lotes, foram retiradas
Demarcações de futuros lotes, foram retiradas

O proprietário de uma edificação mais antiga existente no mesmo terreno foi notificado a comparecer ao Implurb para apresentar documentação referente a um processo apresentado na hora da ação, de 2006.

Os ocupantes da outra casa de alvenaria, ainda em construção, foram notificados a realizar a demolição voluntária, estando em área pública, não sendo possível sua regularização. Eles não apresentaram qualquer documento de posse ou de uso aprovado do terreno.

Amazonianarede-Semcom

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.