Prefeitura entrega Paço Municipal e Corredor do Mindu no domingo(30)

Corredor viário
Corredor viário
Amazonianarede – Semcom

Manaus – Construído no final do século 19 (1874), o prédio, cuja denominação oficial é “Paço da Liberdade”, será entregue no domingo (30). Em 133 anos de existência esta é a primeira vez que foi submetido a uma restauração, ao custo de R$ 3,7 milhões de reais de recursos próprios da Prefeitura de Manaus.

A obra havia sido iniciada em 2006 e estava sendo realizada por meio de convênio com o Ministério da Cultura, dentro do programa Monumenta. No entanto, pouco após o início da obra, que estava sendo feita pela empresa Pirâmide, vencedora da licitação, ocorreu o embargo pelo Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional (Iphan) em função de haverem sido encontradas urnas funerárias no local, que prejudicou o andamento dos serviços por três anos.

Na mudança da administração municipal em 2009, com a aproximação do fim do convênio 53/2004 com o Monumenta e o desinteresse da empresa em seguir com as obras, optou-se pelo rompimento de forma amigável, no fim desse mesmo ano. Em 2010 uma nova licitação foi realizada e a construtora Biapó foi a vencedora.

Na área do Paço Municipal, onde vai funcionar o Museu da Cidade, está sendo recuperado também o seu entorno, que inclui o Coreto Chafariz, Praça 9 de Novembro, as casas número 69 e 77 da Rua Bernardo Ramos, além da construção do estacionamento rotativo na rua 7 de Setembro.

1° Salão Municipal de Artes

Promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio do Conselho Municipal de Cultura, o primeiro Salão Aberto Municipal de Artes Plásticas será lançado no dia 30 de dezembro de 2012, na inauguração do Paço Municipal (antiga prefeitura) e vai até 23 de janeiro de 2013, expondo obras inéditas de artistas plásticos de Manaus, nas seguintes categorias: pintura, desenho, gravura e escultura.

Paço da Liberdade

Haverá premiação para primeiro e segundo lugares, no valor, em dinheiro, de 8 e 7 mil reais respectivamente. O público fará votação em urna das melhores obras e o júri irá escolher dentre as mais votadas, as duas vencedoras. O anúncio das obras vencedoras será feito no 3º dia após o término do salão.

O artista plástico Hahnemann Bacelar foi escolhido como o Patrono do Salão Municipal por sua relevante importância na história da arte amazonense, destacando temáticas da figura humana e problemas sociais como é o caso da obra “Miséria” de 1968.

Corredor Viário do Igarapé do Mindú

As obras do Programa de Recuperação Ambiental e Requalificação Social e Urbanística do Igarapé do Mindu, executadas pela Prefeitura de Manaus serão entregues por etapas. Uma delas, o Corredor Viário, será liberada no próximo domingo (30).

São aproximadamente dois quilômetros de pavimentação asfáltica, que receberam as sinalizações horizontal (pintura de faixas) e vertical (placas de trânsito e de orientação). Outra parte integrante da obra é a iluminação da via. A macrodrenagem de parte do igarapé é uma parte da obra que já foi concluída. São 500 metros de área que receberam esse serviço no trecho do Corredor Viário.

O projeto de requalificação urbana, prevê a retirada de mais de 4 mil famílias, que moram no entorno do igarapé do Mindu (30 metros da margem), ao longo dos 17km, para reurbanizar, recuperar e preservar o igarapé na sua totalidade de extensão, que é protegido por lei.

Um Centro de Monitoramento e Vigilância foi a primeira etapa a ser entregue e está em funcionamento, monitorando a nascente, com ações de educação e integração ambiental da população da cidade.

O Programa está dividido em sete pontos principais de trabalho: Nascente, com Centro de Vigilância Nascente do Mindu, que já está pronto e inclusive em funcionamento; Ponte José Romão, que está em fase de conclusão; Parque Linear 1, que vai da Ponte João Câmara até a avenida Grande Circular; e o Parque Linear 2, que inicia na avenida Grande Circular até o Centro de Monitoramento. O Corredor Viário é compreendido entre a Rua João Câmara, bairro Colina do Aleixo até a Avenida das Torres, com uma ligação viária que vai chegar na avenida Tancredo Neves, no Parque 10.

Outras fases do Projeto

Está incluída a conclusão do processo de licitação dos trechos das seguintes frentes de obra: Constantino Nery/São Jorge; Ponte da Avenida Djalma Batista e Djalma Batista/Darcy Vargas. As obras dessa fase devem iniciar até o final deste primeiro semestre.

Os serviços dessas fases incluem: macro e microdrenagem, ampliação do sistema viário existente, implantação de iluminação pública, construção de passarelas, passeios e muro de contenção, além da construção de uma ponte na avenida Djalma Batista e os Reservatórios de Amortecimento dos igarapés do Sete e do Goiabinha.

(FOTOS: MARCIO JAMES)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.