Prefeitura entrega micro ônibus para Projovem Adolescente

A Prefeitura de Manaus entregou, na manhã desta sexta-feira, 5, um micro ônibus para o Projovem Adolescente. Agora, os 1.250 jovens atendidos pelo programa terão mais conforto e segurança para participar das atividades de esporte, cultura e lazer.

A entrega foi feita pela secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia Ribeiro, no Centro Estadual de Convivência da Família Teonísia Lobo, localizado na rua Itaetê, no bairro Armando Mendes, zona Leste.

“Esse ônibus, com certeza, vai dar novos horizontes para esses adolescentes. É isso que o prefeito Arthur Virgílio Neto quer e é o que os jovens de Manaus precisam. Eles poderão conhecer outra realidade, fora das ruas e das situações de risco, tendo ainda oportunidades para construir um novo projeto de vida, um projeto bonito e feliz”, destacou a secretária.

Felicidade essa, visível nos rostos dos meninos e meninas, de idade entre 15 e 17 anos que participam do programa, lançado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome (MDS). Em Manaus, o projeto é gerenciado pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh).

O Projovem Adolescente é destinado para jovens beneficiados pelo Programa Bolsa Família e em situação de risco social, hoje, realizado em 50 núcleos coletivos. Diariamente, os adolescentes se reúnem, fora do horário escolar (pela manhã ou à tarde), para a prática de esportes, visitação a museus, teatros e outros espaços culturais, além de receber orientações socioeducativas.

De acordo com a gerente do Projovem Adolescente, Marilene Batista, os interessados em participar das atividades do programa podem procurar qualquer Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) para fazer suas inscrições, ou, em uma das Casas do Cidadão.

“Na sede da própria Semasdh, situada na avenida Ayrão, esquina com a Ferreira Pena, Centro, onde funciona a gerência do Projovem é possível fazer as inscrições. Lembrando, que os adolescentes precisam estar devidamente matriculados, porque um dos objetivos principais do programa é que esses adolescentes estejam inseridos no sistema educacional”, completou a gerente do Projovem.

Roberta Louise Paes, 14 anos, participa do programa há quatro meses e disse que se sente muito mais motivada para estudar. “Eu gosto mais da área esportiva e dos passeios culturais, mas no programa eu aprendi várias coisas que me evoluíram na escola e em outros aspectos da minha vida”, afirmou a jovem.

(Reportagem: Alita Menezes / Foto: Tácio Melo) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.