Prefeitura discute identidade padrão e ordenamento do Centro Histórico

Secretários municipais, coordenadores, técnicos e arquitetos da Prefeitura de Manaus reuniram-se na manhã desta terça-feira, 30, para definir novas estratégias integradas de sinalização e mobiliário urbano no Centro Histórico da capital e em avenidas que vão passar por revitalização.

O encontro aconteceu na sede do Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb) e serviu para buscar uma identidade padrão e personalizada, a fim de garantir sinergia no material produzido.

Na primeira reunião, já havia ficado definido que serão 678 placas em chapa galvanizada e adesivos, que farão a identificação de 53 pontos turísticos da cidade. “São encontros onde se colocam em pauta, reunindo Estado e Prefeitura, planos para a área histórica e turística, focando na sinalização da cidade, também com o intuito de prepará-la para a Copa 2014”, explicou Laurent Troost, diretor de Planejamento do Implurb.

A reunião tratou com mais detalhes o projeto de requalificação da avenida Getúlio Vargas, que envolve a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Secretaria Municipal Extraordinária para Requalificação do Centro (Semex) e Implurb. Cada pasta compartilhou novas propostas e afinou uma identidade urbana para a construção de um novo canteiro central e calçamento, valorizando a via, que ganhará trechos nobres definidos de um metro de largura, com pedras portuguesas brancas.

Essa faixa específica servirá como demarcação de serviços instalados na Getúlio Vargas, como mobiliário urbano, postes de iluminação, hidrantes, paisagismo e placas de sinalização de trânsito e turísticas.

Nas esquinas da avenida, a partir do conceito de dar uma identidade nobre para a Getúlio Vargas, estão projetados guarda-corpos, com referência a um novo mobiliário urbano, metálico e em cor verde. As calçadas terão balizadores onde não for regularizado o estacionamento. Os empreendimentos que tiverem estacionamento próprio e regular junto ao Implub terão a calçada rebaixada para a via.

No canteiro central a avenida ganhará floreiras mais amplas, valorizando o paisagismo e a iluminação cênica noturna. A iluminação será refeita, com cada floreira ganhando refletores tipo LED por árvore, com proteção para evitar as tão comuns depredações.

A reunião contou com as presença do secretário de Requalificação do Centro, Raphael Assayag, do diretor de Planejamento do Implurb, Laurent Troost, além de representantes da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), da Amazonastur, e da Secretaria Municipal de Cultura (Manauscult). Novas reuniões serão marcadas para discutir os demais projetos do Centro de Manaus.

(Semcom) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.