População ameaçada por nova greve no transporte coletivo na terça (27)

Os usuários do transporte coletivo de Manaus continuam preocupados com a instabildiade do sistema, que além de funcionar precariamente, sem horários e com motoristas e cobradores sem o devido preparo para o trato com o público, estão novamente ameaçados por mais uma paralisação do sistema, fato que tem ocorrido frequentemente na cidade.

Os trabalahdores do setor, amparados pelo sindicato da categoria, estão anunciando para a próxima terça-feira, dia 27, mais uma paralização do sistema, deixando fora de circulação cerca de 70% , mais de mil veículos da frota que operam na cidade nos dias de semana, segundo anunciou o presidente Givanci Oliveira, frisando que o movimento paredista deverá afetar quase um milhão de passageiros.

FGTS e Previdência

O presidente do Sindicato da Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), disse que, das dez empresas que atuam no transporte coletivo em Manaus, quatro estão com pendências sobre pagamento de FGTS e Previdência Social. A dívida está em negociação com a Caixa Econômica Federal.

As empresas com dívidas são Global Green, Transtol Transportes, Viação Nova Integração, Rondônia Transportes, como informou o Sinetram. As demais empresas, Líder Transportes, Açaí Transportes, Vega Transportes, Expresso Coroado, Viação São Pedro e Via Verde, estão com situação fiscal regular.

(Amazonianarede – Redação)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.