Policiais invadem rádio comunitária em Manaus

Os PMs estavam investigando uma denúncia sobre cárcere privado e que entraram no local errado
Os PMs estavam investigando uma denúncia sobre cárcere privado e que entraram no local errado
Os PMs estariam investigando uma denúncia sobre cárcere privado e acabaram entrando no local errado

Manaus – Policiais militares armados, do Comando de Operações Especiais (COE) e da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) invadiram, na tarde desta quinta-feira, sem mandado judicial, o estúdio da rádio comunitária Voz das Comunidades (89,7 FM), no bairro Mutirão, na zona leste de Manaus. A informação foi dada pelo diretor de jornalismo da rádio, Ivan Brito.

Segundo ele, quem  estava no local viveu momentos de pânico, pois os policiais apontaram armas de grosso calibre para a cabeça das pessoas, entre elas uma mulher que segurava um bebê de cinco anos de idade. “Eles chegaram por volta das 15h40 e apontaram as armas para todo mundo no estúdio onde estávamos gravando um programa. O apresentador ficou sob a mira das armas, bem como os convidados do programa. Uma senhora que estava no local com a filha se trancou no banheiro, tremendo de medo”, disse.

Segundo uma testemunha, quando os policiais perceberam que estavam dentro de uma rádio, disseram que estavam investigando uma denúncia sobre cárcere privado e entraram no local por engano.

A Voz das Comunidades não tem fins lucrativos e, com 13 anos de funcionamento, é considerada  a primeira rádio comunitária no Brasil autorizada pelo Ministério das Comunicações. A Corregedoria Geral do sistema de Segurança Pública informou que vai apurar a invasão da rádio e identificar os policiais que participaram da ação.  A Polícia Militar informou que não coaduna com ações como a que foi colocada em prática pelos policiais que invadiram a rádio e que vai tomar as providências para apurar os fatos. (D24AM)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.