Polícia Civil realiza visita ao Teatro Amazonas com alunos da rede pública

A Polícia Civil do Amazonas, por meio dos investigadores Moises Pereira, do 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP), e Nascimento, do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), realizou na manhã desta sexta-feira (23), uma visita ao Teatro Amazonas, no centro da cidade, com alunos da Escola Estadual Antônio Encarnação Filho, que fica localizada no bairro Lírio do Vale, Zona Oeste de Manaus.

A atividade faz parte da programação social da Associação Beneficente em Prol da Educação, Saúde e Segurança Pública (ABESSP), que é coordenada pelos investigadores de polícia. A ação teve início por volta das 8h da manhã, com palestra informativa e educativa na sede da escola, onde foram abordados temas como combate às drogas, planejamento familiar, doenças sexualmente transmissíveis e criminalidade.

Os alunos que participaram da programação são jovens entre 15 e 18 anos. De acordo com o professor de informática da escola, Moisés de Costa, essa é uma oportunidade desses jovens terem acesso a informações que serão de grande importância para a vida inteira. “A escola fica muito feliz de estar abrindo as portas para a Polícia Civil do Amazonas. Por meio dessas palestras, estamos conscientizando nossos jovens do valor da vida”, afirmou o professor.

Durante a visita, um guia foi colocado à disposição dos alunos para contar um pouco da história do Teatro Amazonas. Entre as informações passadas, foram citados personagens que contribuíram para a construção do monumento e informações da agenda cultural do teatro.

Na opinião da aluna do 1º ano do ensino médio, Rafaela Batista, 17, esse foi um momento que irá ficar para sempre na lembrança. “Esse lugar é lindo, magnífico. Entrar em contato com tantas obras artísticas, tantas histórias foi muito gratificante. Nós ficamos muito felizes com essa oportunidade que a Polícia Civil está dando pra gente”, declarou.

O objetivo principal dos investigadores é aproximar a Polícia Civil desses jovens, trabalhando na prevenção dos crimes com informações e criando assim um vínculo de maior credibilidade e acessibilidade à população.

“Nós ouvimos muitas vezes os jovens falarem da polícia de uma forma medrosa. Estamos aqui para mostrar que o nosso papel, além de repreensão é de alertar, prevenir, informar a sociedade dos maus que as drogas, por exemplo, pode causar na vida das pessoas”, declarou o investigador Moisés Pereira.

A Associação conta com o apoio imprescindível do Delegado Geral do Amazonas, Josué Rocha, o Delegado Geral Adjunto, Mário Aufiero e do diretor do Departamento Administrativo e Financeiro (DAF), Delegado Afonso Celso Lobo, que sempre disponibilizam ônibus da instituição para fazer o transporte desses jovens, além de conceder lanches e palestras, mostrando que essa gestão está focada na aproximação da polícia com a população.

(Fonte: Ascom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.