Polícia Civil prende suspeitos de cometer homicídios e elucida o caso em menos de 24h

Amazonianarede – Assessoria

Manaus – O Delegado Geral de Polícia Civil do Amazonas, Josué Rocha, anunciou na noite desta terça-feira (22), na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o auto de prisão em flagrante de Jimmy Robert de Queiroz Brito, 33, Rodrigo de Moraes Alves, 19, e Ruan Pablo Bruno Cláudio Magalhães, 18, suspeitos de envolvimento na morte da coordenadora geral de comércio exterior da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), Maria Gracilene Belota, 59, da filha dela, Gabriela Belota, 26, e do irmão da funcionária da autarquia, Roberval Roberto de Brito, 63 anos.

De acordo com as investigações, coordenadas pelo titular da DEHS, Divanilson Cavalcanti, Jimmy Robert, que é parente das vítimas, planejou as mortes da tia, da prima e do próprio pai. A cadela da família também foi encontrada morta em uma das cenas dos crimes. O motivo alegado por Jimmy para os assassinatos é a herança deixada pelos parentes a ele.

Jimmy Robert de Queiroz Brito e Rodrigo de Moraes Alves

De acordo com Rodrigo, que afirmou ter um relacionamento amoroso com Jimmy, os homicídios foram planejados há aproximadamente três semanas e a ação teria sido programada pelo parceiro, Jimmy.

Para o Delegado Geral Josué Rocha é muito importante dar um retorno hábil à população, que precisa de respostas rápidas e elucidação dos crimes. “O caso foi elucidado em menos de 24h e é nosso dever dar essa resposta à sociedade. Parabenizo a todos os Policiais Civis envolvidos nas investigações, pelo comprometimento”, declarou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.