Polícia Civil prende quatro pessoas durante a operação “Centro Seguro 5”

Manaus – Com o objetivo de combater o tráfico de drogas doméstico e resgatar crianças e adolescentes em situações de vulnerabilidade social na Zona Sul da capital, a Polícia Civil do Amazonas desencadeou na manhã desta quinta-feira (27) a operação “Centro Seguro 5”, que resultou nas prisões de quatro pessoas em flagrante naquela área, três por envolvimento com o tráfico de drogas e uma por porte ilegal de arma de fogo.

A operação contou com a participação de 105 Policiais Civis, dentre eles integrantes do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (FERA), do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), coordenados pela Delegada Titular da Seccional Sul, Márcia Chagas, além de 10 policiais da Força-Tarefa da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), 20 policiais militares, servidores da Secretaria Municipal do Centro (Semc) e Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh).

Durante a ação, deflagrada por volta das 6h, foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão, expedidos no último dia 3 de fevereiro pelo juiz Carlos Henrique Jardim da Silva, da 2ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute) em dois conjuntos residenciais no Centro da cidade e no bairro Colônia Oliveira Machado.

Treze mandados foram cumpridos no Parque Residencial de Manaus, localizado na rua Ramos Ferreira, no Centro da cidade, cinco no Residencial Mestre Chico, situado na rua Ipixuna, bairro Cachoeirinha, e os outros dois no bairro Colônia Oliveira Machado.

Álvaro Maia Sarmento, 39, foi preso no Parque Residencial de Manaus. Com ele foi apreendido um revólver calibre 32. Em outro apartamento no mesmo local, os policiais prenderam Igevan Evangelista Faba, 29, e com ele foram encontradas nove porções de substância entorpecente com aspecto de oxi. Tatiane de Souza Lucena, 18, foi presa em outro ponto do lugar. Com ela foram achadas oito porções de substância com características de maconha, escondidas dentro de uma caixa de “dindin”.

Já no Mestre Chico, os policiais prenderam Ronaldo Martins Souza, 32. No local foram apreendidas 30 porções de substância entorpecente aparentando ser cocaína em pó.

Em coletiva de imprensa realizada na manhã de hoje na sede da Seccional Sul, o Delegado Geral de Polícia Civil do Amazonas, Josué Rocha, destacou que o trabalho em conjunto vem ganhando força para a melhoria no Centro de Manaus.

“A união entre as instituições de Segurança Pública e a Prefeitura de Manaus no combate à criminalidade, naquela área, leva aos moradores à tranquilidade e a confiar no poder público. Desta forma podemos proporcionar a eles uma cidade segura e com qualidade de vida”, destacou o Delegado Josué Rocha.

Segundo a Delegada Titular da Seccional Sul, Márcia Chagas, a quinta edição da operação “Centro Seguro” foi deflagrada com a intenção de dar uma resposta à comunidade, após o recebimento de denúncias feitas ao número 181, o disque-denúncia da SSP-AM, informando sobre a criminalidade nos locais onde foi desencadeada a ação.

“Por meio do projeto “Caravana e Cidadania”, desenvolvido pela Secretaria de Segurança Pública, e o programa “Delegado Legal” da Polícia Civil, que é levado pelas instituições às escolas e comunidades, a população se sentiu motivada em denunciar os crimes nesses locais. A gente pede que as pessoas continuem denunciando à polícia a criminalidade para que possamos fazer a nossa parte”, enfatizou.

Márcia Chagas destacou ainda que, no decorrer da operação, foram detidas oito pessoas que foram conduzidas à sede da Seccional Sul, onde foram ouvidas e liberadas após prestarem esclarecimentos.

Na unidade policial, Álvaro foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido (Artigo 14 da Lei nº 10.826/03). Ele foi liberado após pagar fiança no valor R$ 1 mil. Já Igevan, Tatiane e Ronaldo foram autuados por tráfico de drogas (Artigo 33 da Lei nº 11.343/06) e ao término dos procedimentos cabíveis, encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficarão à disposição da Justiça.

Por: Ascom

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.