Polícia Civil mata Fat Family

"Fat Family" em foto no hospital feita por parentes: não havia controle nas visitas ao criminoso, que acabou facilmente resgatado
"Fat Family" em foto no hospital feita por parentes: não havia controle nas visitas ao criminoso, que acabou facilmente resgatado
“Fat Family” em foto no hospital feita por parentes: não havia controle nas visitas ao criminoso, que acabou facilmente resgatado

RIO – Agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil mataram o traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family, de 28 anos. Em junho, o criminoso, que chefiava as bocas de fumo do morro Santo Amaro, no Catete, Zona Sul do Rio de Janeiro, ele foi resgatado por cerca de 20 bandidos de dentro do hospital Souza Aguiar, numa ação que resultou na morte de um inocente e deixou pelo menos dois feridos. Na manhã de hoje, na Itaóca, que faz parte do Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, o bandido foi encontrado e, após intenso confronto, acabou morto.

Fat Family, que aparece à esquerda, foi morto em uma região de mata
Fat Family, que aparece à esquerda, foi morto em uma região de mata

Foi uma operação de inteligência que contou com apenas 30 agentes e um helicóptero da Polícia Civil, bem diferente do gigantesco aparato montado nas outras vezes e que, talvez por isso, não tenham dado resultado. Além de Fat Family, dois seguranças também morreram no confronto, que se deu numa região de mata.

amazonianarede-veja

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.