PC realiza Curso de Operador de Fuzil em parceria com a Marinha do Brasil

O curso é realizado pelo CCTD em parceria com Marinha do Brasil

 

O curso é realizado pelo
O curso é realizado pelo CCTD em parceria com Marinha do Brasil

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Comissão de Capacitação, Treinamento e Desenvolvimento (CCTD) da instituição, em parceria com a Marinha do Brasil, realizou na última sexta-feira, dia 9, e nesta segunda-feira, dia 12, o Curso de Operador de Fuzil voltado aos servidores da instituição. O treinamento foi realizado na Batalhão dos Fuzileiros Navais, localizado no bairro Mauazinho, zona Leste da cidade.

De acordo com o presidente do CCTD, investigador José Alberto do Valle, 20 policiais civis, divididos em duas turmas, participaram do curso. José Alberto do Valle afirmou que o objetivo do treinamento foi capacitar os servidores para o uso adequado do fuzil, ensinando aos policiais que atuam nas ruas, os modos adequados de manusear a arma.

O curso tem boa participaçao
O curso tem boa participação

“A utilização do fuzil já está inserida em alguns órgãos brasileiros de segurança, por isso resolvemos montar o curso de capacitação. O treinamento foi dividido em duas etapas durante o dia. A primeira parte, realizada das 8h ao meio-dia, foi sobre o conhecimento da arma, onde os policiais aprenderam sobre a montagem, desmontagem e manutenção do equipamento. Já na segunda parte, ocorrida no período das 13h às 17h, os participantes praticaram tiros de curta e longa distância, sabendo até onde iria a potência da armamento”, explicou Valle.

Para o investigador Paulo Michiles, que participou da turma do dia 9, o curso teve extrema importância no âmbito profissional e pessoal. Paulo afirmou, ainda, que ficou surpreso com a potência da arma estudada. “O projétil do fuzil automático, com o calibre que realizamos o treinamento, tem um alcance de aproximadamente 3.8 mil metros, e pode matar uma pessoa imediatamente. É muito interessante que a instituição ofereça esse curso. Para mim foi uma enorme honra ter sido selecionado para participar deste marco na Polícia Civil”, disse Michiles.

cctd-fuzil-treino-marinha-do-brasil-4Já o investigador Manuel Alencar, que participou da segunda turma do curso, declarou que pelo fato do fuzil ser uma arma mais potente que, por exemplo, uma submetralhadora, ela pode facilitar as ações policiais em campo. “Um infrator que esteja no alvo da equipe policial vai se intimidar facilmente com esse tipo de armamento. Caso ele esteja escondido atrás de um carro, ele pode ser facilmente atingido, pois diferente de outras armas, com o fuzil é possível atravessar o veículo”, argumentou.

Conforme o presidente do CCTD, José Alberto do Valle, o curso priorizou, inicialmente, policiais que estão constantemente em ações nas ruas, mas, após receber mais munições e equipamentos a instituição, irão abrir novas turmas, até atingir a meta de 60 policiais capacitados em manuseio de fuzis na Polícia Civil do Estado.

amazonianarede-pcam

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.