Paradas de ônibus são focos de ocupações em Manaus

Manaus – Invasão, ocupação e até mesmo obras em paradas de ônibus antigas são irregularidades cada vez mais recorrentes em Manaus. Nesta terça-feira, 14, encerra o prazo dado pelo Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb) para um cidadão que transformou uma parada na avenida Autaz Mirim, na zona leste, em um bar e com som nos finais de semana.

A denúncia foi feita ao instituto e o ocupante já foi multado. Nesta terça, caso insista na irregularidade, o órgão aplicará um novo auto de infração e fará apreensão de material.

Outro caso envolvendo irregularidade com mobiliário do transporte público acontece na rua Hilário Gurjão, onde os moradores denunciaram que uma parada foi retirada, nas proximidades da bola do Jorge Teixeira. Fiscais do Implurb foram ao local na semana passada e constataram a denúncia, onde já estava sendo erguida a fundação de uma construção comercial, sem licença. Somente o pedreiro estava no local e recebeu notificação para que o dono paralisasse a obra e comparecesse ao instituto, a fim de regularizar a situação. Também foi dado prazo de 5 dias para que o proprietário colocasse a parada de novo no endereço ou fizesse sua reinstalação. O prazo também termina hoje.

No mês passado, uma estação na rua Jorge Baird, perto do Parque do Idoso, no bairro Nossa Senhora das Graças, estava sendo alvo de obra irregular e sem licença, mas acabou embargada pelo Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb), voltando ao formato original após demolição espontânea.

Em qualquer situação do tipo, o cidadão pode denunciar junto ao Disk-Ordem, o 161, ou enviar um email para o [email protected], comparecendo diretamente ao órgão, na avenida Brasil, ao lado da Prefeitura de Manaus ou pela fanpage no Facebook.(Semcom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.