Padre Marcelo Rossi reza a missa de corpo presente de Hebe Camargo

Hebe Camargo

Hebe Camargo

Amazonianarede/O Dia

São Paulo – O Padre Marcelo Rossi ministrou, na manhã deste domingo, a missa de corpo presente de Hebe Camargo, no Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo de São Paulo. Apenas a entrada de parentes e amigos foi permitida na celebração da missa.

A veterana morreu na madrugada do último sábado, vítima de parada cardíaca, em sua casa no Morumbi, em São Paulo.
Na última quinta-feira, Hebe havia assinado contrato para voltar ao SBT após passar dois anos como contratada da Rede TV.

Em janeiro de 2010, a apresentadora foi diagnosticada com câncer no peritônio, membrana que envolve os órgãos do aparelho digestivo. Hebe Camargo passou por uma cirurgia para retirada de nódulos, ficou 12 dias internada e, depois, passou a realizar tratamento quimioterápico.

Hebe iniciou um novo tratamento contra o câncer, em setembro de 2011, com sessões de quimioterapia preventivas e aproveitou para acalmar seus fãs. “Não estou doente, apenas continuo me tratando para poder ficar com vocês muito tempo ainda”, disse em entrevista na época.

Por conta do retorno ao tratamento, ela voltou a perder cabelos. Sempre confiante, Hebe Camargo passou a apresentar seu programa usando perucas diferentes e fazendo piada do próprio drama. “Evidentemente, todo remédio forte causa algum problema. O meu problema é que eu, de novo, fiquei carequinha. Eu não estou careca, mas quase. Então, evidentemente, estou de peruca”, contou a apresentadora no comunicado enviado à imprensa na ocasião.

Hebe Camargo Ravagnani nasceu no dia 8 de março de 1929 em Taubaté, São Paulo. Ela teve uma infância humilde e chegou a trabalhar como doméstica. Hebe iniciou sua vida artística na década de 60 ao formar a dupla caipira ‘Rosalinda e Florisbela’ com sua irmã Stella Monteiro de Camargo Reis.

Em 1950, ela foi convidada por Assis Chateaubriand para participar da primeira transmissão ao vivo da televisão brasileira, no bairro do Sumaré, em São Paulo. No primeiro dia de transmissões da Rede Tupi, Hebe Camargo deveria cantar o “Hino da Televisão”, mas alegou estar doente e faltou ao evento, sendo substituída por Lolita Rodrigues.

A estreia da loura na TV aconteceu, em 1965, no primeiro programa feminino da TV brasileira, ‘O Mundo é das Mulheres’, na extinta TV Tupi, onde chegou a apresentar cinco programas por semana.
Em 10 de abril de 1986, Hebe Camargo passou a apresentar um dominical pela TV Record, que o consagra como entrevistadora e ela se torna líder absoluta de audiência.

Durante a Jovem Guarda, a apresentadora deu espaço a novos talentos, como Roberto Carlos, Martinha, Wanderléa e Ronnie Von. Hebe passou por quase todas as emissoras de televisão do Brasil, desde a extinta TV Tupi à Record, incluindo o SBT e Rede TV!.

Em 22 de abril de 2006, ela comemorou seu milésimo programa na TV brasileira, na época no SBT. Durante um quadro do espetáculo da entrega do Troféu Roquette Pinto, Hebe brilhou na sátira de Romeu e Julieta, em que contracenou com Ronald Golias e Nair Bello, já falecidos, artistas que foram grandes amigos da apresentadora.
Em 2010, Hebe Camargo deixou o SBT após 25 anos de casa. A apresentadora estaria insatisfeita com a redução salarial e com as mudanças constantes de horários e dias do seu programa feitas por Silvio Santos. Hebe fechou contrato com a Rede TV! e desde então apresentava seu programa às terças-feiras à noite, inclusive durante o tratamento do câncer, com pequenas pausas.

Em 2012, Hebe Camargo apareceu na lista divulgada pelo SBT do programa ‘O Maior Brasileiro de Todos os Tempos’ na 56ª posição. Famosa pela sua simpatia, com o bordão ‘Que gracinha’, e com enorme otimismo e alegria de viver, a dama da TV brasileira deixa um vazio em seu sofá branco onde arrancou por muitos anos confidências e piadas de muitos famosos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.