MPF recomenda discussão sobre atividades turísticas e os botos-cor-de-rosa

Botos, as grandes atrações turísticas de Novo Airão
Botos, as grandes atrações turísticas de Novo Airão
Botos, as grandes atrações turísticas de Novo Airão

Amazonas – O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF-AM) recomendou ao Conselho Estadual de Meio Ambiente (CEMAMM) que uma proposta para regulamentação das atividades de interação com botos-vermelhos seja discutida.

A medida visa definir regras para evitar maus tratos e alterações no seu comportamento natural dos animais.

De acordo com o MPF/AM, a falta de regulamentação da atividade turística, que se tornou comum no interior do Amazonas, pode prejudicar os botos. A recomendação busca encerrar um impasse sobre a responsabilidade pela regulamentação da atividade.

“Os animais não podem ser capturados nem obrigados a participar de tais atividades. Além disso é preciso que haja acompanhamento de técnicos preparados e orientação dos participantes sobre como interagir com os animais, alertando para os riscos e responsabilidades da atividade”, defende o procurador da República Rafael da Silva Rocha, por meio de assessoria.

A recomendação foi assinada em 26 de maio deste ano. De acordo com o MPF-AM, o Conselho Estadual de Meio Ambiente terá dez dias para que sejam informadas as medidas adotadas em relação ao cumprimento da recomendação.

Pesca ilegal

No dia 21 de julho de 2014, os Ministérios da Pesca e Aquicultura e Meio Ambiente restringiram por cinco anos a pesca da piracatinga (Calophysus macropterus), na região Amazônica.

A medida foi tomada porque a caça está relacionada com a matança de botos-cor-de-rosa na região, pois o animal serve de isca para a captura do peixe. Durante o período de restrição, o Ministério do Meio Ambiente deverá avaliar os efeitos da medida para a recuperação da população de botos e jacarés.

De acordo com o decreto, desde o dia 1º de janeiro de 2015, a pesca, retenção a bordo, transbordo, desembarque, armazenamento, além do transporte, beneficiamento e a comercialização da piracatinga todo território nacional.

Novo Airão

A interação de turistas com botos é uma das maiores atividades turísticas da cidade de Novo Airão, onde os visitantes, chegam a entra na água com os mamífero e ainda alimentam os botos que já estão acostumados com esse assédio humano, com o auql já estão familiarizados faz algum tempo.

Quem trabalha com essa atividade no município, não é contra as providências quer estão sendo anunciadas, mas temem pela queda da movimentação turísticas na idade, onde os botos, são os grandes astros e naturalmente, uma forte atração.

Amazonianarede-MPF

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.