Ministério da Pesca recebe o terminal e promete colocar logo em operação

(Amazonianarede – Redação – Assessoria)

Finalmente o Terminal Pesqueiro de Manaus que está construído. Há alguns anos mas sem funcionar, poderá entrar em atividade dentro dos próximos meses, após uma vistoria que será feita no complexo para checar se tudo está funcionando.

Ontem, o Ministério da Pesca recebeu a obra e prometeu agilizar os preparativos para o seu pleno funcionamento, fato que deixou satisfeitos os pescadores do Estado, que hoje amargam grandes prejuízos pela falta de um local adequado para o armazenamento da produção, razão pela qual, anualmente toneladas de pescado vão para o lixo.

A prefeitura espera resolver trâmites de repasse para administrar terminal. Atualmente, a estrutura é utilizada apenas como ponto de desembarque.

O diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit), general Jorge Fraxe, informou que repassou todo o processo que envolve o local para o Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA).

Segundo a Secretaria Municipal de Empreendedorismo e de Abastecimento (Sempab), na próxima semana, representantes da Prefeitura de Manaus vão procurar o Ministério da Pesca para entrar em entendimento sobre as cláusulas para que o Terminal Pesqueiro seja administrado pelo poder público municipal.

Conforme o presidente da Federação dos Pescadores do Estado do Amazonas (Fepesca), Walzenir Falcão, com a simples mudança para o novo terminal, que ainda não está funcionando totalmente, uma parte do problema, que era o desperdício de mais de 15 toneladas de pescado todos os anos, já foi resolvido.

Atualmente, a estrutura vem sendo utilizada apenas como ponto de desembarque, em acordo feito entre pescadores e Dnit.

Assim que Terminal Pesqueiro estiver em funcionamento, as câmaras frigoríficas deverão ter potencial para armazenar 200 toneladas de peixe, dando fim ao desperdício de pescado na região.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.