Mais de 30 pessoas precisaram de atendimento médico devido a fumaça que encobriu a cidade

Com a fumaça, mais de 30 pessoas precisaram de atendimento médico no SPAs
Nesta quinta, Manaus foi encoberta pela fumaça
Nesta quinta, Manaus foi encoberta pela fumaça

Manaus – A fumaça . que encobriu a capital amazonense ontem, durante todo o dia e entrando pela noite, causou sérios problemas para população, principalmente atacando as funções respiratórias, especialmente de crianças e idosos. Pra evitar maiores cosequencias, algumas escolas, das redes estadual e municipal de ensino, suspenderam as aulas com objetivo de resguardar a saúde dos alunos, que reclamavam muito do desconforto provocado pela nuvem de fumaça.

Sem dúvida que essa fumaça, foi produzida por incêndios nas matas e lixeiras da cidade e proveniente também, dos municípios que integram a Região Metropolitana e até de outros estados da região, que também, sofrem com o surgimentos de incontáveis focos de incêndio, devido o forte verão amazônico.

A situação foi grave e muitas pessoas is passaram mal com a fumaça, com dor de cabeça, respiração difícil, náuseas e outras coisas. A prova disso é que na quinta-feira, quando aconteceu o fumacê, pelo menos 32 pessoas tiveram problemas coma saúde e precisaram ser atendidas pelos SPAs.

com a visibilidade ruim, mesmo de dia, os motoristas dos carros, acendiam os faroletes
com a visibilidade ruim, mesmo de dia, os motoristas dos carros, acendiam os faroletes

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Susam), 26 adultos e seis crianças foram atendidos nos Serviços de Pronto Atendimento (SPAs) da rede estadual de saúde, relatando desconforto respiratório.

A fumaça cinzenta e densa dificultou a respiração e prejudicou a visibilidade em diversas ruas e avenidas da capital.  O Corpo de Bombeiros informou que o problema ocorreu devido a incêndios que ocorrem provavelmente em área de floresta no interior do estado.

Segundo a Susam, não há registro de casos mais graves, que necessitassem de internação hospitalar de pacientes por conta da fumaça.

Com a visibilidade ruim, os veículos utilizaram os faroletes, mesmo durante o dia
Com a visibilidade ruim, os veículos utilizaram os faroletes, mesmo durante o dia

A pasta recomenda que as pessoas procurem aumentar a ingestão de líquidos, busquem locais arejados e, em caso de mal-estar, procurem uma unidade de saúde.

Já a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informou que as chamadas para o número 192 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) aumentaram em 15% na capital. A maioria era de pessoas que queriam apenas informações de como proceder principalmente com as crianças, que estavam passando mal devido à inalação da fumaça.

Amazonianarede

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.