Julgamento do “caso Belota” deve ocorrer em novembro

(Amazonianarede – JAM)

Os três acusados de participarem do triplo assassinato, conhecido como o “caso Belota”, que teria sido arquitetado pelo filho de uma das vítimas, o publicitário Jimmy Belota, está com data definida para o julgamento: novembro.

O juiz George Hamilton Lins Barroso, da Vara de Execução Penal (VEP), negou mais um pedido de saída de isolamento do detento Jimmy Robert Queiroz Brito, suspeito de ser o mandante do triplo homicídio do ‘Caso Belota’, em Manaus.

A defesa do publicitário havia pedido que o réu fosse encaminhado para um dos pavilhões da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), onde está preso desde o crime, ocorrido em janeiro deste ano.

Na decisão, expedida no dia 2 de setembro, o Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) se manifesta “contrário à transferência com o objetivo de garantir a integridade física do requerente [Jimmy]”.

O documento ressalta que Jimmy não está isolado por sanção ou castigo, mas para prevenir quaisquer represálias por parte dos outros presos, visto que um outro suspeito de participação no crime, Rodrigo Alves, teria sido vítima de agressão no Instituto Penal Antonio Trindade e chegou a fugir do presídio durante uma rebelião, mas foi recapturado.

Com a decisão, Jimmy aguardará o julgamento, marcado para o dia 21 de novembro, isolado dos demais detentos. Além do publicitário e Rodrigo, também irá a júri popular Ruan Pablo Cláudio Magalhães.

Preso no dia 22 de janeiro deste ano, poucas horas depois dos crimes, o publicitário suspeito de planejar o crime de homicídio de três vítimas – Gabriela Belota, 26 anos, Maria Gracilene Belota, 55 anos; e Roberval Roberto de Brito, 63 anos – chegou a confessar à polícia que seria o mentor dos assassinatos.

Desde o dia 24 de janeiro, depois dos trâmites normais, a prisão em flagrante foi convertida em preventiva.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.