Índios armam confusão em área invadida no Tarumã e mulher é ferida

Indígenas armaram confusão em área no Tarumã
Indígenas armaram  confusão em área no Tarumã
Indígenas armaram confusão em área no Tarumã

Manaus, AM – Uma mulher ficou ferida durante uma confusão numa área ocupada ilegalmente por indígenas no Tarumã. Os índios entraram em confronto nesta segunda-feira Os indígenas reclamam da cobrança de taxas no local.

A confusão teve início após um grupo reclamar da dificuldade em conseguir água na invasão. Uma mulher ouvida pela Rede Amazônica relatou estar sendo ameaçada. Ela afirmou que moradores que se recusam a pagar a taxa, que varia de R$ 7 a R$ 10, ficam sem acesso à água. Ainda conforme os relatos, apenas uma fonte de água potável abastece a área.

Ocupantes do terreno reclamaram da presença da imprensa. Um homem armado com arco e flecha chegou a ameaçar repórteres e impediu que a equipe ficasse dentro da área invadida. A Polícia Militar foi acionada e os envolvidos no tumulto se dispersaram.

Alguns índios afirmaram à reportagem que a taxa cobrada serve para a manutenção de bombas e outros equipamentos. Nenhum deles quis gravar entrevista.

No local, vivem aproximadamente mil famílias de 12 etnias. Em abril deste ano, um grupo acampou em frente à sede da Prefeitura de Manaus em protesto contra uma decisão da Justiça que exige a desocupação da área invadida no Tarumã no ano de 2011.

Amaonianarede-Rede Amazonica

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.