Governo do Amazonas entrega oito toneladas de alimentos para instituições sociais

Quatro instituições que trabalham com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social conveniadas com o Governo do Amazonas, através do Fundo de Promoção Social (FPS), receberam nesta terça-feira, 20 de agosto, oito toneladas de cestas básicas.

Os alimentos foram arrecadados na última quarta-feira, dia 14, durante o Arraial Solidário, com participação da primeira-dama do Estado e presidente do FPS, Nejmi Aziz. O arraial aconteceu no Espaço MS Casa, localizado na avenida Djalma Batista, zona centro-oeste da capital.

“Fico muito satisfeita quando vejo o resultado de uma ação que envolveu muitas pessoas empenhadas em promover a solidariedade. Dar alimento a essa parcela da população é construir sorrisos, tanto para quem é beneficiado quanto para quem ajuda”, destacou Nejmi Aziz.

A entrega dos donativos beneficiou o Lar Janell Doyle, Casa Vhida, Abrigo Moacyr Alves e Casa Mamãe Margarida. A maior parte da doação foi para a Casa Mamãe Margarida que recebeu 210 cestas básicas, além de fardos de feijão, macarrão e arroz. A ajuda beneficia diretamente 300 crianças e adolescentes do sexo feminino que, na maioria das vezes, são vítimas de violência doméstica e abuso sexual.

De acordo com uma das assistentes sociais mais antigas da instituição, Roselandy Vieira, o estoque de alimento já estava no limite. “Graças a Deus a gente tem apoio de campanhas que ajudam a manter a parte da alimentação da instituição. Agora nosso estoque estará garantido até dezembro”, disse.

A situação era semelhante no Abrigo Moacyr Alves, no Alvorada, na zona centro-oeste, e na Casa Vhida, no Dom Pedro, também na zona centro-oeste. Conforme a coordenadora de eventos do Moacyr Alves, Corina Amaral, o estoque estava em falta principalmente de feijão e farinha. “Como o feijão e a farinha estão com os preços elevados é mais difícil receber esses itens”, comentou Corina.

Já na Casa Vhida, a carência era por leite em pó. O kit montado para essa instituição foi generoso com o item. “Estávamos no ‘vermelho’. Não tínhamos alimento suficiente para a elaboração das cestas básicas que são destinadas às famílias que ajudamos”, comemorou a nutricionista da instituição, Rosimar Honorato. A Casa Vhida atende principalmente crianças e mães soropositivas.

O abrigo Moacyr Alves trabalha com crianças a partir de zero ano de idade, adolescentes e adultos até 36 anos. A especialidade do abrigo é o tratamento de pessoas com limitações intelectuais e motoras. O lar oferece gratuitamente serviço de fisioterapia, psicologia, fonoaudiologia e neuropediatria. Atualmente, a instituição acolhe 56 moradores.

Solidariedade – Para ajudar essas instituições ou alguma outra conveniada ao FPS, os interessados podem entrar em contato por meio do telefone da assessoria técnica do Fundo: 3303-8367.

(Foto – Herick Pereira / AGECOM)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.