Governador em exercício entrega implementos agrícolas para produtores de 11 municípios do interior do Estado

Manaus – O governador do Amazonas em exercício, José Melo, participou na manhã desta segunda-feira, 24 de junho, da entrega simbólica, no Parque de Exposições Agropecuárias Eurípedes Lins, de implementos agrícolas, que serão destinados a produtores de 11 municípios das calhas do Alto Solimões, Madeira e Região Metropolitana de Manaus.

No evento, estavam presentes a presidente do Fundo de Promoção Social (FPS) e primeira-dama do Estado, Nejmi Aziz, o secretário de Estado de Produção Rural (Sepror), Eron Bezerra, a senadora Vanessa Grazziotin, autora da emenda parlamentar que financiou os equipamentos, além de prefeitos do interior, secretários de Estado e municipais e deputados estaduais. Foram entregues microtratores, distribuidores, carretas agrícolas tipo madeira, encanteradores, enxada rotativa, sucadeiras e roçadeiras agrícolas, para 21 produtores.

José Melo lembrou que a entrega dos implementos é parte da política de incentivo ao setor primário criada pelo governador Omar Aziz, para a melhoria da produção do Estado. “O produtor tem que ter facilidade para que seu produto chegue ao consumidor. Hoje nós estamos aqui com um pequeno pedaço dessa cadeia, que é levar implementos para que os produtores possam não só produzir mais, mas produzir com menos esforço”.

O governador em exercício lembrou que, há cerca de duas semanas, agricultores de municípios da calha do Rio Madeira também receberam do Governo do Estado os mesmos equipamentos. Ele falou ainda do programa de produção de farinha, lançado recentemente, que vai recuperar áreas para a plantação de mandioca e melhorar a produção do alimento, quem tem enfrentado altos preços no mercado local, por conta da procura maior que a oferta.

A primeira-dama, Nejmi Aziz, também ressaltou a importância de incentivos como esses para a melhoria na qualidade de vida e do trabalho do homem do campo. “A entrega para os 11 municípios representa o que o governador Omar Aziz sempre fala, que é criar oportunidade para as famílias do nosso Estado. E tenho certeza que os produtores rurais vão melhorar de vida e produzir muito mais”, disse.

De acordo com Eron Bezerra, a programação estabelecida pela Sepror, prevê que até o mês de outubro deste ano produtores de todos os municípios do Estado tenham recebido esses equipamentos, que totalizam investimentos de R$ 5 milhões. O valor dos equipamentos entregues nesta segunda-feira foi de R$ 850 mil, para agricultores das cidades de Jutaí, Tapauá, Tonantins, Fonte Boa, Amaturá, Tabatinga, Boca do Acre, Envira, Ipixuna, Japurá e Presidente Figueiredo.

Capacitação – Antes de receber os benefícios, os produtores rurais passaram por um treinamento para aprenderem a manusear os maquinários. A capacitação foi oferecida por instrutores da Sepror e acrescentou novos conhecimentos para os beneficiados. O agricultor Jânio Ramos, 53, cultiva hortifruti na cidade de Amaturá (a 1.072 km de Manaus) e disse que o treinamento vai facilitar no desenvolvimento do trabalho. “As aulas foram importantes porque nunca pegamos em máquinas como essas e isso ajudou a todos para fazerem um bom trabalho”.

O produtor Roberto Miranda, 31, que cultiva hortaliças no município de Presidente Figueiredo e, há dois anos, vende toda a produção na Feira da Sepror, afirmou que o trabalho será beneficiado com a utilização do equipamento. “No meu caso, um trabalho que eu faria em cinco dias, passarei a fazer agora em um dia e isso vai melhorar minha produção e o escoamento também”.

Hospital da Zona Norte – Pouco antes de começar o evento, o governador em exercício José Melo conversou com produtores rurais que vendem seus produtos na feira da Sepror, localizada no Parque de Exposições, onde vai ser construído o novo Hospital da Zona Norte. O governador informou aos agricultores que, temporariamente, serão reformados alguns galpões, no próprio Parque, para abrigar os produtores, enquanto um local definitivo é construído para abrigar a feira em outra área do Parque.

“Eu fiz uma reunião com o Eron na sexta-feira de manhã (dia 21 de junho), onde ficou acertado que nós vamos reformar galpões que ficam aqui mesmo, para que eles passem para lá provisoriamente, enquanto a gente constrói uma área maior, para que seja algo permanente”.

O Hospital da Zona Norte terá 300 leitos e investimentos estimados em R$ 242 milhões e será administrado através de uma Parceria Público-Privada (PPP). O projeto tem como diferencial o selo Hospital Verde, o primeiro no País com certificação ambiental de unidades hospitalares e terá parceria com o renomado hospital Sírio Libanês de São Paulo.

Foto: CHICO BATATA/AGECOM 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.