Fim do tabu ou reconstrução? Vasco e Botafogo decidem o Campeonato Carioca

Vasco e Bota, não eram favoritos, mas estão na decisão
Vasco e Bota, não eram favoritos, mas estão na decisão
Vasco e Bota, não eram favoritos, mas estão na decisão

Rio – Tidos como azarões antes do início do Campeonato Carioca, Botafogo e Vasco decidem a competição neste domingo, às 16h, no Maracanã, com histórias a construir na ponta do lápis. Ao Alvinegro, o título representará a reconstrução de um clube rebaixado à Série B do Brasileirão ano passado. Ao Cruzmaltino, o fim do jejum que já dura 12 anos sem conquistas do Estadual.

No primeiro duelo, o time de São Januário venceu por 1 a 0 com um gol aos 46 minutos do segundo tempo marcado pelo atacante Rafael Silva. Por conta disso, os vascaínos jogam com a vantagem do empate para ficar com o título. Em caso de vitória dos botafoguenses por um gol de diferença, a decisão vai para os pênaltis.

A final mobiliza a cidade. Os ingressos se esgotaram no primeiro dia de vendas e os cruzmaltinos foram grande maioria nas bilheterias. Muitos deles compraram, inclusive, ingressos para o setor dos botafoguenses, algo que deixa em alerta as autoridades. A Polícia Militar ressalta que torcedores do Vasco não entraram no setor Norte caso estejam vestidos com a camisa do clube.

Em campo, o Botafogo novamente lamenta a ausência de duas importantes figuras: o goleiro Jefferson, que não conseguiu se recuperar a tempo da cirurgia realizada no joelho direito, e o atacante Jobson, suspenso pela Fifa por conta de não realizar um exame antidoping quando jogava na Arábia Saudita.

Diante dos desfalques, o técnico René Simões novamente aposta no arqueiro Renan, que brilhou contra o Fluminense nas semifinais, e no veloz atacante Rodrigo Pimpão.

“Nosso time é muito bom. É difícil ficar sem fazer gol em um jogo, só nesse último mesmo contra o Vasco. Nosso ataque cria muito. Gol nosso vai ter, e espero segurar lá atrás”, declarou Renan.

Já o Vasco seguiu a cartilha que deu certo nas semifinais contra o Flamengo. Realizou todos os seus treinos com portões fechados para não dar pistas ao adversário. Com todos os jogadores do elenco a disposição, o técnico Doriva tem apenas uma dúvida na escalação, e ela fica entre Marcinho, Bernardo ou Rafael Silva.

“Eu tinha poucas dúvidas, mas elas já estão solucionadas. Ainda que vocês não saibam (jornalistas). Já tenho a equipe que vai iniciar. Vai ser uma equipe competitiva. Deixo para vocês descobrirem”, disse Doriva.

De acordo com a Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj), o campeão carioca receberá um prêmio de R$ 3,5 milhões. Já o vice ficará com R$ 1 milhão.

BOTAFOGO X VASCO Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ) Data e hora: 3 de maio, às 16h (horário de Brasília) Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique e Dibert Pedrosa Moisés

Botafogo Renan, Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Thiago Carleto; Marcelo Mattos, Willian Arão, Fernandes e Gegê (Diego Jardel); Rodrigo Pimpão e Bill Técnico: René Silva

Vasco Martín Silva, Madson, Luan, Rodrigo e Christiano; Guiñazu, Serginho, Julio dos Santos e Marcinho (Bernardo ou Rafael Silva); Dagoberto e Gilberto Técnico: Doriva

Amazonianarede-Uol

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.