Festival Folclórico de Parintins 2013: o “inusitado” vai acontecer

Amazonianarede – Sérgio Costa
 Pesquisa Wikipédia

Manaus – O Festival de Parintins surgiu em 1965 mas não teve a participação dos Bumbás, o que só veio acontecer a partir da segunda edição.

As transmissões ao vivo, por emissoras de televisão começaram em 1994, pela TV Amazonas já afiliada da Rede Globo e o contrato durou até 1999 neste período, o Festival Folclórico alcançou grande visibilidade nacional e internacional, seja através do sucesso de cantores locais e de toadas como “Tic Tic Tá” e “Vermelho” ou pela realização de grandes eventos em Manaus como o “Vamos Brincar de Boi”.

No ano 2000 a transmissão passou a TV A Crítica, então afiliada ao SBT, na época foi firmado um contrato de 3 anos entre os bois e a emissora, por um valor de R$ 1,2 milhões. Em 2001, o vínculo foi estendido até 2007.

Neste período a transmissão ocorria na íntegra para toda a região norte e com flashes ao vivo dentro da programação nacional do SBT.

Entre os anos de 2008 e 2012, a Rede Bandeirantes transmitiu para todo o Brasil os três dias do evento em alta definição dentro da sua grade nacional de programação. Porém a transmissão da emissora sempre foi alvo de muitas críticas, em virtude do excesso de intervalos comerciais, pouco conhecimento dos apresentadores com relação a dinâmica da festa, e principalmente a ausência de um maior destaque para as torcidas dos dois bois. Em 2012, o formato de transmissão foi modificado, para permitir que o programa Pânico na Band pudesse ser exibido na grade nacional da emissora.

Primeira vez na história, duas emissoras

No dia 07 de fevereiro deste ano, o Boi Caprichoso oficializou o contrato de transmissão com a Rede Amazônica por 5 anos, que deve transmitir ao vivo, pelo Amazonsat, canal de satélite local e em consequência, seus produtos serão distribuídos nacionalmente pela gravadora Som Livre, da Globo.

Na última sexta-feira(15), o Boi Garantido bateu o martelo e assinou o contrato com a TV A Crítica, que além de um aporte financeiro, ofereceu espaços em programas de grande audiência na emissora cabeça de rede, a TV Record, que mantendo uma briga sistemática contra a Globo e conseguindo vitórias importantes, como o direito exclusivo de transmissão das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. A Record também foi a responsável pela saída de vários profissionais da Globo nos últimos anos.

Contratos assinados, agora é esperar para ver como esta situação vai ser resolvida. Algumas preocupações são evidentes: a qualidade da imagem e do áudio que serão gerados e, principalmente, a competência dos profissionais que serão responsáveis por apresentação e reportagens dentro do Bumbódromo, já que dificilmente Globo e Record mandarão seus principais apresentadores para Parintins. Resta torcer para que os Bumbás de Parintins não sejam prejudicados, uma vez que as audiências das duas emissoras via satélite não são animadoras. 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.