Ex-freiras franciscanas se casam em cerimônia civil na Itália

Federica e Isabel se apaixonaram durante trabalho de caridade
Federica e Isabel se apaixonaram durante trabalho de caridade
Federica e Isabel se apaixonaram durante trabalho de caridade

ROMA — A história de amor entre Federica e Isabel poderia ser parecida com a de outros casais, não fosse por um detalhe: as duas se conheceram enquanto atuavam como freiras franciscanas em um centro de reabilitação para usuários de drogas. Nesta quinta-feira, elas celebraram a união civil na cidade de Pinerolo, na Itália.
— Deus quer pessoas felizes, que vivam o amor sob a luz do Sol — disse Isabel em entrevista recente ao jornal “La Stampa”.

— Deus quer pessoas felizes, que vivam o amor sob a luz do Sol — disse Isabel em entrevista recente ao jornal “La Stampa”.

Franco Barbero, amigo do casal, conta que o relacionamento entre as duas começou “devagar”. Federica e Isabel tinham muito em comum, e ambas decidiram devotar suas vidas ao trabalho de caridade. Após se apaixonarem, elas renunciaram à vocação e passaram a criticar a posição da Igreja contra a homossexualidade. Apesar disso, dizem que não perderam a fé e não deixariam o trabalho religioso por outro motivo.

— Nós pedimos que a nossa igreja receba todas as pessoas que se amam — disse Federica.

O casamento das ex-freiras acontece um ano após o alto funcionário do Vaticano Krzysztof Charamsa publicamente abandonar a Igreja após anunciar que era gay e estava apaixonado. Ele foi suspenso e proibido de vestir o hábito por defender posições contrárias à doutrina Católica.

Luca Salvai, que conduziu a cerimônia de união civil, afirmou que o casamento de Federica e Isabel aconteceu um dia antes do planejado, para evitar o assédio da imprensa.

— Nós garantimos o direito à privacidade para este casal, que pediu discrição — disse Salvai.

Foi a segunda cerimônia de união civil entre pessoas do mesmo sexo realizada em Pinerolo, desde que a Itália aprovou lei que permite a união de casais gays, em maio deste ano.

— Eu posso garantir que nem todas as outras freiras foram contra. Elas foram criticadas, mas também compreendidas por algumas irmãs, da mesma forma como existem bons padres que não condenam essas escolhas — disse Salvai. — Eu devo acrescentar que não é a primeira vez que eu realizado o casamento de duas irmãs.

amazonianarede-agênciaoglobo

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.