“Evangélicos” passarão o Carnaval em retiros nos arredores da cidade

Amazonianarede – Osny Araújo

Manaus – Nesta época do ano, em datas variadas, com a festa ocorrendo no mês de fevereiro ou março, sempre 40 dias antes da Quaresma já anunciando a Semana Santa, vários países do mundo se entregam as folias carnavalescas comandadas pelo “Rei Momo I” e Único e no Brasil, onde se brinca um dos mais animados, bonito e ricos dos carnavais do mundo, a situação não diferente e a turma cai de corpo e alma na folia e com os seus desfiles das escolas de samba em várias cidades brasileiras, oferecem um grande espetáculo ao planeta.

O Carnaval é uma festa chega a dividir cristãos, por ser considerada profana e considerada ofensiva aos princípios do cristianismo, por isso, muitos seguimentos da religião de Cristo não aderem as folias de Momo.

Considerada uma festa profana (contrário ao respeito devido às coisas sagradas) mais antiga que se tem registro, provavelmente há mais de três mil anos.

As suas raízes mais remotas encontram-se na Grécia Antiga, no culto a Dionísio, o deus da vinha, do êxtase, também conhecido como o deus do Baco, mais tarde celebrado em Roma, espalhando-se para os países de cultura neolatina.

Ele (Dionísio), era representado como uma figura humana, só que de chifres, barbas, pés de bode e um olhar meio embriagado. Segundo o que verificamos na história, os primeiros seguidores do deus Dionísio foram as mulheres, isso há mais de três mil anos atrás, que viam nesses dias que lhe eram dedicados um momento para escapar da vigilância dos maridos, irmãos e pais, para poderem cair na folia, nas danças e gritos de júbilos.

Os homens não demoraram a aderir as “procissões” das mulheres. A festança que se estendia por Três dias, encerravam-se com uma bebedeira coletiva. (Wikipédia).

A comunidade cristã, porém católica, ainda a maior religião do Brasil, não vê a festa por esse lado por isso, cai na folia carnavalesca, exemplo que não é seguida pela outra parte cristã, formadas pelas várias religiões que se consideram evangélicas e por isso, se abstém das folias de Momo e do álcool, ficando longe das festas nos dias de folia.

NA CONTRA-MÃO

Nos quatros de Carnaval que se aproximam, 9,10,11 e 12 deste mês, enquanto o fies da religião católica se prepara para se apresentaram nas bandas de ruas, blocos, escolas de samba ou em festas de clubes, os evangélicos se preparam para os retiros religiosos, que na época de carnaval acontecem com mais intensidade.

Com menor participação, um seguimento da Igreja Católica, ligados a renovação carismática também promovem retiros e este ano será realizado no período de 8 a 12, no Refúgio do Puraquequara, onde estará um grande bloco denominado “ Bloco Carna Cristo”.

O grande objetivo dessa programação, segundo os organizadores, é oferecer aos jovens um carnaval diferente, respeitoso e evangelizando de uma forma alegre e diferente, com muita alegria, cânticos e mensagens de louvor, mesmo utilizando ritmos alegres do carnaval com as marchinhas e os frevos.

.Durante a noite haverá luau ao som de voz e violão e festas com música eletrônica. Para o acampamento o investimento é de R$ 40 (incluindo transporte, hospedagem e alimentação). Contatos: 94631946.

RETIROS ESPIRITUAIS

Por considerarem uma festa profana que contaria os princípios religiosos e cristão, as Igrejas de várias denominações cristãs se organizam para dedicar os dias de feriado a um momento de grande espiritualização e adoração a Deus.

Dessa forma, milhares de jovens vão na contramão daquilo que se espera que eles façam no Carnaval e se unem em encontros cristãos, com direito a pregação, louvor e muita oração.

Como diversão não é pecado, ‘os cada vez mais populares’ retiros cristãos de Carnaval reservam espaço na agenda para várias brincadeiras, atividades esportivas, shows, passeios e acampamentos.

EVANGELIZAÇÃO, ESPORTE E MÚSICA

Já o Ministério de Evangelismo Global Apostólico Mega Reino, promove de 9 a 12 de fevereiro, na sede do ministério (rua Nova, 317, Aleixo) o “Mega Camp 2013″, que irá oferecer aos participantes atividades coletivas, como acampamento, esportes e muita música.

De acordo com o evangelista Fabiano Henrique “queremos que nesse período as pessoas ouçam palavras relacionadas ao milagre em várias áreas de suas vidas, queremos manter as famílias unidas em paz.

Teremos pregações dinâmicas que trarão conforto e alegria”. O Mega Camp tem entrada franca. Contatos pelo facebook.com/MegaReino.

Outras igrejas seguem a mesma ideia e promovem acampamentos durante o feriado de Carnaval.
Muitos jovens que fazem parte das congregações convidam amigos e familiares para os acampamentos, e muitas pessoas têm sido edificadas pela pregação da Palavra e atuação do Espírito Santo nos acampamentos das igrejas. 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.