Dom Sérgio Castriani assume o arcebispado prometendo seguir com as obras de Dom Luiz

Dom Sérgio Eduardo Castriani

Dom Sérgio Eduardo Castriani

Amazonianarede – Redação

Manaus – Um dia antes de assumir o comando da Igreja católica no Amazonas, o novo arcebispo de Manaus, que hoje a noite em missa solene na Catedral Metropolitana será empossado como arcebispo em substituição ao já aposentado Dom Luiz Soares Vieira, Dom Sérgio Eduardo Castriani, conversou demoradamente com a imprensa numa concorrida entrevista coletiva e garantiu, entre outras coisas que a obra do seu antecessor terá continuidade.

O religioso, disse que o seu primeiro desafio será uma adaptação rápida a uma cidade grande e importante como Manaus e lembrou que vem de uma cidade pequena do interior dói Amazonas, Tefé, onde era bispo e chega a Manaus para assumir o arcebispado, sem nenhuma dúvida, para ele, um grande desafio.

Celebração e posse

A celebração e posse de Dom Sergio Eduardo Castriani como arcebispo de Manaus, acontecerá na Catedral Metropolitana de Manaus, a Igreja da Matriz, no Centro da cidade.

Após anos de dedicação de Dom Luís Soares Vieira, Castriani assegura que os planos não serão alterados; apenas redirecionados para um objetivo: aproximar a igreja da comunidade.

A meta do novo arcebispo está presente no lema episcopal, “Habitou entre nós”. De acordo com o arcebispo, a frase é relacionada com o ministério da encarnação do verbo, a palavra de Deus. “É do prólogo do evangelho de São João. ‘O Verbo e fez carne e habitou entre nós’. O Pai quando quis salvar o mundo, mandou o filho. A missão é essa, entrar na vida das pessoas”, explicou.

Tolerância religiosa

O arcebispo reconhece a pluralidade de religiões da America Latina, especificamente do Brasil. A tolerância religiosa tem espaço reservado no discurso do arcebispo. “Espero que o nosso País não caia no fundamentalismo”, disse.

De acordo com Castriani, problemas sociais são resolvidos apenas com ações conjuntas e para isso, conta com as outras congregações.

Para quem viveu tanto tempo em uma cidade pequena, a rotina de uma capital pode assustar. Tanto é que na opinião de Dom Sérgio, este será o principal desafio do começo da jornada à frente da arquidiocese de Manaus.

O ex-bispo de Tefé, destaca a importância da comunicação. Para ter a base necessária ao conduzir os católicos manauras, Sergio Castriani, prometeu um trabalho de conhecer as pessoas ao próprio redor. “Mais do que falar, eu preciso ouvir. Em qualquer lugar novo, temos a necessidade de conhecer com quem convivemos”, apontou.

Jornada mundial e CF

A campanha da Igreja Católica em 2013 tem foco nos jovens. Com o tema “Fraternidade e Juventude”, o projeto carrega o lema “Eis-me aqui, envia-me!”.

A atenção não é para menos, em 2013, o Brasil será palco da Jornada Mundial da Juventude, de 23 a 28 de julho, na cidade do Rio de Janeiro. O evento internacional é conhecido por arrastar multidões de jovens, legado do último papa, Bento XVI.

Em Manaus, a preocupação com os mais novos será trabalhado com os “olhos” mais atentos pela Igreja. Entre debates sobre pedofilia e atual “acomodação” juvenil, o novo arcebispo pede para que a geração não se acostume. Dom Sérgio também quer conhecer mais os jovens, olhar para a realidade teológica da juventude. “Precisamos ser mais acolhedores”, declarou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.