Dilma escala tropa de choque para a defesa das pedaladas fiscais

Dilma convoca tropa de choque para defender o Governo das pedaladas fiscais
Dilma convoca tropa de choque para defender o Governo das pedaladas fiscais
Dilma convoca tropa de choque para defender o Governo das pedaladas fiscais

Brasilia – A presidente Dilma Rousseff escalou uma tropa de choque para fazer nesta quarta-feira (22) uma defesa das pedaladas fiscais. Depois que a defesa do governo for protocolada no Tribunal de Contas da União (TCU), haverá uma entrevista, que deve acontecer no Palácio do Planalto.

Participarão da entrevista os ministros Luís Inácio Adams (AGU), Nelson Barbosa (Planejamento), Alexandre Tombini (Banco Central), além dos presidentes da Caixa, Miriam Belchior, do BNDES, Luciano Coutinho, e do Banco do Brasil, Alexandre Abreu. A estratégia foi definida depois de uma reunião de Dilma com Adams.

A tese central é que pedaladas também ocorriam em outros governos, mesmo que em intensidade menor. Com isso, o governo deseja recuperar espaço nessa batalha junto à opinião pública para reverter situação extremamente desfavorável no TCU. Hoje, a tendência no tribunal é de condenação das contas do governo por ampla maioria.

Atualização às 17h51:

A defesa da presidente Dilma nas “pedaladas fiscais” já está pronta. Ao todo, serão 110 páginas para os esclarecimentos dos 13 pontos irregulares levantados pelo TCU e outras 900 páginas de anexo.

Apesar de o protocolo de apresentação da defesa junto ao tribunal ser amanhã, o governo deve deixar para quinta-feira (23) a ofensiva de mídia, com entrevista coletiva de ministros com presidentes de bancos, conforme antcipou o Blog. Isso porque, depois de avaliação agora à tarde de ministros no Palácio da Alvorada, o governo decidiu apenas pautar um assunto nesta quarta: a meta de superávit primário. Por isso, a tendência é que o tema das “pedaladas” seja tratado apenas na quinta.

Amazonianarede-Sistema globo

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.