DEHS elucida latrocínio ocorrido no início do mês

Luciano de Oliveira Siqueira está preso
Luciano de Oliveira Siqueira está preso
Luciano de Oliveira Siqueira está preso

Manaus – A delegada titular em exercício da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Sansha Sodré, falou na manhã desta terça-feira, 21, durante coletiva de imprensa realizada na sede da unidade policial, sobre o cumprimento do mandado de prisão preventiva em nome de Luciano de Oliveira Siqueira, 19, conhecido como “Japinha”, envolvido no latrocínio do empresário Odair Nepomuceno da Silva.

O documento foi expedido no último dia 13 de julho, pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, do plantão criminal. Conforme a delegada, Luciano e um comparsa, identificado como Daniel Mendes de Souza, 19, que já está preso por roubo, entraram no último dia 4 de julho, por volta das 15h, na loja de materiais de construção da vítima, situada na Rua Francisca Mendes, bairro Cidade de Deus, na zona Norte da cidade, e anunciaram um roubo.

Ao longo da ação criminosa “Japinha” alvejou com um tiro a vítima, que tinha 48 anos e veio a óbito no local. Do estabelecimento a dupla levou um notebook e dois celulares, que foram recuperados pelos investigadores da DEHS durante as diligências. Luciano se entregou a policiais civis da DEHS espontaneamente, acompanhado por um advogado, por volta das 14h de sábado, dia 18, em frente à Delegacia Geral de Polícia Civil, situada na Avenida Pedro Teixeira, bairro Dom Pedro, zona Centro-Oeste da capital.

“Queremos agradecer o apoio de toda a imprensa, que nos ajudou com a divulgação da imagem de “Japinha”, e estender esse agradecimento à população, que nos auxiliou com informações. Nós recebemos muitas ligações denunciando o paradeiro dele. Nossos investigadores trabalharam arduamente, até “Japinha” resolver se entregar”, declarou Sansha Sodré.

A autoridade policial forneceu, ainda, detalhes da ação da dupla no dia do crime. “Luciano alega que a vítima tentou desarmá-lo e, por conta disso, resolveu efetuar o disparo. Após o delito os filhos do empresário tentaram impedir a fuga dos infratores. Luciano atirou contra eles, mas não conseguiu atingi-los. Ele também será indiciado por tentativa de homicídio”, frisou a delegada.

De acordo com Sansha Sodré, o jovem declarou, em depoimento, que já estava pretendendo cometer o roubo e escolheu aleatoriamente a loja de materiais de construção, com a ajuda do comparsa. Daniel Mendes de Souza foi preso no último dia 10 de julho, por policiais militares, após roubar um posto de combustível situado na zona Norte da cidade. Na ocasião, utilizou a mesma arma usada no latrocínio do empresário.

“Agora iremos até a cadeia onde Daniel está preso para realizar o interrogatório e indiciá-lo pelo latrocínio de Odair Nepomuceno. O caso foi totalmente esclarecido, com todos os autores identificados e indiciados”, finalizou Sansha Sodré.

Luciano será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

Amazonianarede-DGP

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.