Defesa Civil conclui ponte no Mauazinho e segue com cronograma de ações preventivas

Socorro aos moradores
Socorro aos moradores

A Defesa Civil de Manaus concluiu nesta quarta-feira, 09, uma ponte de 100 metros construída no Beco do Pescador, bairro Mauazinho, zona Leste. A estrutura vai ajudar no deslocamento de 200 famílias que moram na área, que anualmente é afetada pela cheia do Rio Negro. Com a ponte, os moradores deixarão de recorrer a embarcações e o acesso a serviços prioritários e de emergência também será facilitado.

A construção da ponte começou na última segunda-feira, 07, contou com 14 agentes de Defesa Civil e o apoio de moradores da área, por meio do Núcleo Comunitário de Proteção e Defesa Civil (Nupdec).

Nesta quinta-feira, 10, o trabalho de construção de pontes continua em outros bairros da capital. Segundo cronograma estabelecido pela Defesa Civil, será construída uma ponte de 50m no Beco Vitória, no bairro Glória, zona Oeste, para atender as famílias que continuam no local após a retirada de parte delas pelo Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim). Segundo os responsáveis pelo programa, os moradores restantes devem sair da área ainda neste semestre.

Ainda no bairro da Glória devem ser construídas outras duas pontes: uma na Rua Oswaldo Cruz e a outra na Rua São José. A ação seguirá ainda para os becos São João Batista 1,2 e 3, São Francisco 1, 2 e 3, Ajuricaba e Ana Nogueira no Educandos. Também serão contemplados com pontes moradores da Rua Aluízio Azevedo, Travessa e becos Walter Rayol, São Domingo, Bragança, Beira Mar, Olaria 1, 2, 3, 4, 5 e 6, além do Beco Monte Rei no Bairro Presidente Vargas, incluindo a área conhecida como Bariri.

No bairro São Jorge as pontes de madeira serão construídas na Rua Humberto de Campos e da Cachoeira, no becos Bragança, Itapuranga e Santa Cruz. No Bairro da Raiz, os trabalhos chegarão aos becos Ipiranga e Independência, além da Rua Daniel Servalho. Na Aparecida, serão construídas pontes na Rua da Glória e Beco das Flores. Também serão contemplados o Beco União no Santo Antônio e o Beco do Aterro na Betânia.

Serão 39 passarelas somando um total de 3,6 mil metros, o que pode ser alterado após a intervenção do Prosamim, que deve retirar cerca de mil famílias da Bacia do Igarapé do 40 e do São Raimundo. Outra variante pode ser o nível máximo do Rio Negro na cheia desse ano.

Fonte: Semcom

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.