Conab tem operação para compra de peixe no Amazonas

Amazonianarede/Conab 

Manaus – Objetivando evitar o desperdício que tradicionalmente ocorre em Manaus na época da chamada piracema nos rios amazônicos, a superintendência da Companhia Nacional de Abastecimento no Amazonas, anunciou que até o mês de estará em vigor a operação especial para aquisição do pescado in natura, proveniente da pesca artesanal nos rios do Estado do Amazonas.

As compras, segundo anunciou o superintendente Thomaz Meirelles, foram iniciadas uma operação especial de aquisição de pescado in natura vindo da pesca artesanal em rios do Estado do Amazonas e o produto será inteiramente doado para as instituições de caridade do Estado.

As compras do pescado, poderão ser feitas nos municípios de Lábrea, Tefé, Benjamin Constant, Urucurituba, Urucará, Itacoatiara, Manaquiri, Parintins, Manacapuru e Iranduba.

DEMANDAS E PREÇO MÍNIMO

Segundo superintendente Thomáz Meirelles, a aquisição do peixe será feita de acordo com as demandas locais. “Onde houver um excedente do produto, a Conab irá intervir para que não haja desperdícios e para garantir uma renda mínima aos pescadores da região”, afirma. O peixe comprado será doado para entidades beneficentes e programas de assistência social.

O Conab fixou um preço mínimo de R$ 1,50 por quilo de pescado. A companhia comprará peixes das espécies jaraqui, sardinha, branquinha, pacu, curimatã, aracu, cubio e mapará, dentre outras. Os produtores locais devem fazer a pesca de forma artesanal e seguir as normas que regem a permissão de captura e exigências sanitárias.

Em cada operação, a Conab irá detalhar a demanda por consumo do pescado, os limites da quantidade que cada produtor pode comercializar e a logística de distribuição. Os pescadores que quiserem participar da ação devem ser detentores da Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). Mais informações pelo telefone (92) 3182-2402.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.