Colégio Santa Dorotéia comemorou os 105 de fundação com festa junina

O centenário Colégio Santa Doroteia, em Manaus
O centenário Colégio Santa Doroteia, em Manaus

Amazonas – Com 105 anos de tradição, o Colégio Santa Dorotéia realizou neste sábado (20) mais uma festa junina dos alunos na própria escola, localizada na Avenida Joaquim Nabuco, Centro da cidade. Com o tema “105 anos, vamos celebrar Doroteando nesta festa popular”, alunos dos ensinos infantil e fundamental trouxeram danças populares de diversos estados brasileiros.

De acordo com a coordenadora pedagógica da escola, Ana Claudia Brasil, 18 danças foram ensaiadas para celebrar mais uma tradicional festa junina. “São 105 anos de escola e desde sempre essa festa acontece, então já até perdemos a conta sobre qual é a edição desta que está acontecendo hoje”, contou. Danças e histórias

No palco, os apresentadores anunciaram as danças contando um pouco da história de cada uma. A primeira dança, com alunos do ensino infantil, contou um pouco das raízes da escola católica, na Itália. A Tarantela, dança típica italiana, veio abrir a festa junina.

“Este ano as danças folclóricas vêm homenagear os estados brasileiros onde tem congregação das irmãs Doroteia, como o Carimbó no Pará, a Quadrilha na Paraíba, a Dança Gaúcha no Rio Grande do Sul, entre outros”, contou a coordenadora. O Rio de Janeiro foi representado pelo samba, e teve direito a mestre sala e porta-bandeira, dois alunos que trouxeram ao palco a bandeira do Colégio Santa Dorotéia. Prestigio e diversão

A famiia "doroteniana"na festa
A famiia “doroteniana”na festa

Para a família, evento é oportunidade de prestigiar as crianças e também de se divertir, como é o caso da cozinheira Derbla Gonçalves, de 41 anos, que foi assistir a sobrinha no evento. “Ela sempre estudou aqui no Doroteia e é uma aluna exemplar, além de boa dançarina. Hoje ela vai dançar o Boi-Bumbá, mas todo ano ela participa dessa festa junina e gosta demais de dançar, não tem nem preocupação em ensaiar!”, brincou a tia da aluna Maria Clara Almeia, de 10 anos.

O evento correu o resto da noite com sorteios de brindes para alunos com charadas feitas pelos apresentadores durante os intervalos das danças. As crianças, do Jardim I do ensino infantil até o 5º ano do ensino fundamental, além dos pais, parentes e amigos que foram prestigiar, contaram com barracas de comidas típicas, de brincadeiras, área de recreação e espaço para tirar fotografia.

Amazonianarede-G1

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.