Codajás realiza capacitação em casa de farinha flutuante

O Estado do Amazonas abriga a maior bacia hidrográfica do Planeta, e, para conviver com o regime de cheias e vazantes, os ribeirinhos utilizam o sistema de casas flutuantes, com essa ideia, no município de Codajás, o IDAM construiu uma casa de farinha higiênica flutuante.

A proposta e utilizar as instalações em todas as épocas do ano, inclusive quando o ciclo das águas compromete a utilização das áreas de várzea, deixando parte do município debaixo d’água.

No período de 12 a 14 de julho, o instrutor Francisco Brasil Nepomuceno, realizou nas instalações flutuantes do lago do Miuá um curso de Beneficiamento da farinha de mandioca. Nessa capacitação, participaram 16 famílias, que aprenderam novas técnicas para melhorar a qualidade da farinha produzida por eles, dentro dos padrões de higiene, sempre buscando a segurança alimentar dos produtos como tucupi, farinha de tapioca, bolos, farinha seca, e até ração.

Os participantes são da comunidade Nova Jerusalém, no município de Codajás, e assistidos pelos técnicos do IDAM; “O objetivo da capacitação é buscar um aumento da produtividade da farinha de mandioca, incentivando os agricultores a produzirem com mais qualidade, agregando valor ao produto final e aumentando a renda dessas famílias” Concluiu o técnico da Unidade Local Francislei de Araujo Furtado.

Texto: Bruna Pinheiro 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.