Cerca de 100 mil pessoas celebram a fé em procissão de Corpus Christi

Durante a solenidade, o arcebispo de Manaus Dom Sergio Castriani destacou que o evento é uma oportunidade de reconhecer a presença de Jesus Cristo e celebrar a gratidão.

Há 46 anos, os aposentados Carlos Alberto e Núbia Almeida estão casados. Paralelo aos anos de união, o casal participa da procissão de Corpus Christi. Este ano, a intenção de estar acompanhando a celebração é maior: agradecer a recuperação de Núbia, que há nove anos sofreu um AVC hemorrágico.

Assim como eles, cerca de 100 mil católicos, de acordo com a Polícia Militar, compareceram a procissão realizada nesta quinta-feira (30), no Centro de Manaus, para perseverar na fé no santíssimo sacramento da eucaristia ao Corpo e Sangue de Jesus Cristo, o Corpus Christi.

“Nós acreditamos, temos fé. Por isso todos os anos esperamos este dia para renovar a nossa crença e agradecer”, afirmou o aposentado Carlos Alberto.

Estreando a frente da solenidade, o arcebispo de Manaus Dom Sérgio Eduardo Castriani destacou que esta é uma das maiores festas da igreja. “Os fiéis tem a oportunidade de reconhecer a presença de Jesus Cristo. É celebrar a gratidão de uma forma simples, mas muito forte. A comunhão como sentido de partilha”, explicou o arcebispo.

A caminhada teve início às 16h percorreu as principais ruas do bairro. Um dos pontos principais foi a benção aos doentes no Hospital Beneficente Portuguesa, localizado na Avenida Joaquim Nabuco. Dom Sérgio lembrou também dos enfermos que estão em casa, ou que não recebem o atendimento necessário.

Com os pés descalços, a dona de casa Maria das Graças Oliveira Rocha participou de toda celebração. “Estava com um problema no pé e já tinha ido a muitos médicos. Alguns disseram que eu não poderia mais andar. Fiz uma promessa que se me curasse iria a todas as procissões”, cumpriu ela.

Depois, o cortejo seguiu até a Avenida Eduardo Ribeiro, onde foi realizada missa campal com emoção e fé. “O corpo sagrado de cristo é a forma como se doa para nós, para os necessitados pela fé. Peregrinando e por meio da celebração, estamos agradecendo todos os benefícios recebidos”, destacou o estudante Clemilton dos Santos.

Para a segurança da população, 100 policiais militares acompanharam o evento, que durou cerca de uma hora e meia. As avenidas Getúlio Vargas, Joaquim Nabuco, Sete de Setembro, Dez de Julho foram temporariamente interditadas, enquanto a procissão passava. Agentes do Manaustrans prestaram apoio aos motoristas.
Corpus Christi

“Corpus Christi”, que no latim significa corpo e sangue de Cristo, é uma festa em que a Igreja Católica celebra a presença real de Jesus Cristo na Eucaristia, instituída na última ceia em que Jesus disse: “este é o meu corpo e este é o meu sangue… fazei isto em memória de mim”.

(Reprodução: D24AM – Foto: Reinaldo Okita) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.