Casara assume a Sepror prometendo desenvolvimento sustentável

Casara, assume a Sepror e promete trabalhar pelo desenvoolvinto sustentável

 

Casara, assume a Sepror e promete trabalhar pelo desenvoolvinto sustentável
Hamilton Casara, assume a Sepror e promete trabalhar pelo desenvoolvinto sustentável

Amazonas – O novo secretário Estadual de Produção Rural, Hamilton Casara, tomou posse na última segunda-feira, garantindo que, além de dar continuidade aos projetos já em andamento na secretaria, irá buscar recursos extras para a manutenção e ampliação do projeto estratégico do governo José Melo, que tem como meta consolidar a nova matriz econômica no Estado, com foco no desenvolvimento sustentável do setor primário e a busca de alternativas de desenvolvimento para o interior do Estado.

Ao dar posse ao novo secretário, o governador em Exercício, Henrique Oliveira, elogiou o currículo de Casara. “É uma substituição à altura. Sai o Sidney (Leite, ex-secretário), entra o Casara, uma pessoa que conhece como ninguém essa área, que valoriza, acima de tudo, o interior do Estado, a produção rural, a iniciativa de se criar uma nova matriz, e a importância que o governador José Melo dá aos milhares de amazonenses que vivem da produção rural”, afirmou.

Engenheiro agrônomo formado pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), com mestrado em Gestão de Áreas Protegidas, pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Casara tem em seu currículo uma forte ligação com as questões ambientais e do setor primário.

Foi coordenador do Centro Estadual de Mudanças Climáticas (Ceclima), secretário Executivo de Politicas Agropequária e Florestal (Seapaf) e diretor da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), sendo os dois últimos órgãos ligados à Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror).

Antes disso, foi superintendente Estadual e presidente Nacional do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama)

“Nós vamos continuar com toda a programação que vinha sendo tocada. É uma programação arrojada, por meio da qual todos os programas construídos, seja da mecanização, da fruticultura, das culturas industriais, da piscicultura, são projetos extremamente importantes e estratégicos para a região. Evidente que queremos ampliar mais o leque com relação a alguns  produtos regionais, sem perder de vista toda a produção de escala que já começa  se processar no Estado”, disse o novo secretário.

Amazonianarede-Secom

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.