Campo Dourado recebe a primeira unidade do Projeto Espaço Verde na Comunidade

Prefeito Arthur Neto, inaugura o Espaço Verde, no Campo Dourado
Prefeito Arthur Neto, inaugura o Espaço Verde, no Campo Dourado
Prefeito Arthur Neto, inaugura o Espaço Verde, no Campo Dourado

Manaus – Moradores do loteamento Campo Dourado, na Cidade Nova, zona Norte, começaram a aproveitar ainda na noite desta terça-feira, 2, os equipamentos da área de lazer criada em meio ao verde e entregue pela Prefeitura de Manaus.

Foi a primeira unidade do Projeto Espaço Verde na Comunidade, que tem a finalidade promover a recuperação ambiental de áreas verdes oficialmente decretadas na cidade, a instalação de equipamentos públicos que possibilitem a melhoria da qualidade de vida da população do seu entorno e a integração dos moradores com o espaço protegido. A inauguração da área abriu a programação da Semana do Meio Ambiente 2015.

O projeto no Campo Dourado foi a experiência-piloto e o objetivo da prefeitura é ter pelo menos mais cinco áreas trabalhadas até o final do ano. O próximo conjunto beneficiado será o Loteamento Castanheiras, na zona Leste, onde já foram realizados diagnóstico socioambiental e várias reuniões com a comunidade.

Desde o ano passado, o Departamento de Gestão Territorial e Ambiental e a Divisão de Educação Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), responsável pelo projeto, vêm trabalhando na identificação dessas áreas verdes, juntamente com a realização de um diagnóstico socioambiental que permite conhecer os anseios da comunidade em relação à área verde.

O corte simbólico da fita
O corte simbólico da fita

A área verde do Campo Dourado possui um total de 21 mil metros quadrados. Destes, 2,8 mil metros quadrados, o equivalente a 13% do total, estavam degradados. Agora, fazem parte do complexo entregue à comunidade pistas para caminhadas, quadras para jogar futebol, vôlei e academia ao ar livre. Logo na inauguração, a comunidade participou de um ‘aulão’ de aeróbica. As crianças também vão poder brincar em um espaço especificamente criado para elas. Além disso, também foi construído um centro de convivência e todo o espaço foi iluminado à LED.

“O projeto é grandioso em seu significado e no tamanho do que apresenta de opções. Ele custou apenas R$ 750 mil e nenhum real desses saiu do tesouro municipal. A integração dos moradores com a área verde que não existia, agora passa a existir e eles passam a defender esse espaço. É realmente uma obra muito bonita e estou impressionado”, afirmou o prefeito Arthur Virgílio Neto, destacando que a obra foi custeada por recursos de uma empresa privada a partir de compensação ambiental firmada com a Semmas.

Para a secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, a entrega da primeira unidade do projeto inaugura também um novo modo de se pensar sustentabilidade na capital. “Manaus é uma cidade que se fez de costas para a floresta. Com esse projeto, Manaus se volta para a floresta e passa a integrá-la junto à população”.

Além da Semmas, o projeto tem a parceria da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), além do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), responsável pelo projeto arquitetônico.

A população gostou do espaço, que abre na Semana do Meio-ambiente
A população gostou do espaço, que abre na Semana do Meio-ambiente

Todas as intervenções realizadas pelo Projeto Espaço Verde na Comunidade acontecem em trechos degradados da área e obedecem a critérios legais estabelecidos em legislações existentes, a exemplo da Resolução 100/2006, do Conselho Municipal de Desenvolvimento e Meio Ambiente (Comdema), que prevê a implantação de áreas de lazer, com pista de caminhada, campo de futebol, parquinho infantil ou outros equipamentos de lazer, respeitando o limite máximo de 25% de impermeabilização do solo.

O projeto também se baseia nos conceitos de área verde estabelecidos pelo Código Ambiental do Município, Lei 605/2001, e o Código Florestal (Lei 12.651/2012), segundo os quais as áreas verdes são espaços especialmente protegidos que têm por finalidade proporcionar a melhoria da qualidade de vida da população e das condições ambientais urbanas, além de garantir espaços destinados à integração, recreação ou lazer da comunidade.

Nova realidade

O espaço é muito interessante
O espaço é muito interessante

Além da criação da área de lazer em meio ao verde, o conjunto recebeu recapeamento, realizado pela Seminf, além da pavimentação e implantação de rede de drenagem nas ruas que dão acesso à área verde. “O espaço ficou muito legal. Agora eu vou poder trazer minha filha para brincar tranquila e eu mesma vou poder também aproveitar para fazer exercícios na academia ao ar livre”, comentou a dona de casa, Lilia Maria Amaral, 33.

Moradora e representante da comunidade, Rosenilda Braz da Silva leu, durante a inauguração, uma carta, preparada por ela mesma, contendo toda a sua satisfação com a conclusão do projeto.

A criançada aproveitou como pode a festa
A criançada aproveitou como pode a festa

“Agora, terei melhor qualidade de vida – física e mental. Não é mais um sonho, tudo virou realidade. Parece até que estou morando na Ponta Negra”, disse.

Amazonianarede-Semcom

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.