Campanha de Vacinação contra o HPV foi prorrogada até o dia 13 deste mês

(Foto: Alfredo Fernandes – Agecom)

A Campanha de Vacinação contra o HPV, que está sendo realizada pelo Governo do Estado, foi prorrogada até o dia 13 deste mês, na capital e nos municípios do interior.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, a prorrogação foi decidida porque a grande maioria dos municípios ainda está realizando a vacinação na área rural, onde a logística de deslocamento das equipes de saúde é mais complexa.

Até a última terça-feira (3 de setembro), mais de 82,4 mil meninas já haviam recebido a primeira dose de imunização contra o vírus HPV, que está associado a mais de 70% dos casos de câncer de colo do útero. “Como temos este período de feriado pela frente, decidimos estender o calendário de vacinação até o dia 13 para assegurar a ampla cobertura vacinal entre as meninas de 11 a 13 anos”, disse Alecrim.

Balanço – De acordo com o último balanço divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), órgão vinculado à Susam que coordena a campanha em todo o Estado, 22 municípios do interior já cumpriram a meta operacional de imunizar ao menos 80% da população-alvo da campanha: Borba, Itapiranga, Novo Aripuana, Canutama, Silves, Careiro, Juruá, Guajará, Iranduba, Santa Izabel do Rio Negro, Urucurituba, Santo Antônio do Iça, Nhamundá, Manacapuru, Maués, São Sebastião, Anamã, Beruri, Coari, Parintins, Presidente Figueiredo e Fonte Boa.

A campanha de vacinação contra o HPV está acontecendo nas escolas da rede pública e particular, das zonas urbana e rural. Para se vacinar, as meninas precisam apresentar a autorização dos pais em formulário que está sendo disponibilizado pelas escolas com esta finalidade.

Todos os municípios foram orientados a definir unidades de saúde de referência que oferecem a vacina para as meninas de 11 a 13 anos que não estejam matriculadas ou que tenham perdido o dia de vacinação na escola. “Mesmo a vacinação realizada na unidade de saúde exige a autorização por escrito do pai, mãe ou responsável pela menor”, destaca o diretor-presidente da FVS, Bernardino Albuquerque.

Doses – O esquema de imunização contra o HPV prevê a aplicação de três doses da vacina. As meninas que estão sendo imunizadas agora, receberão a segunda dose da vacina na campanha que será realizada pelo Governo do Estado de 10 a 30 de outubro. A terceira dose será aplicada no período de 10 a 28 de fevereiro de 2014. “Sem as três doses, a imunização não estará completa”, orienta Bernardino.

O Amazonas é o primeiro Estado brasileiro a oferecer a vacina contra o HPV gratuitamente na rede pública de saúde. O programa de imunização voltado para o fortalecimento das ações de combate ao câncer de colo do útero, que ainda tem grande incidência no Amazonas, foi assegurado por meio de lei proposta pelo governador Omar Aziz e sancionada em maio deste ano.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.