Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa é desafio para o Estado – diz CNJ

Manaus – O Conselho Nacional de Justiça, preocupado com os últimos acontecimentos registrados nos presídios de Manaus, , inclusive, envolvendo uso de redes sociais por presas, rebeliões e uma fuga histórica no sistema penitenciário do Amazonas o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) anunciou, a realização de um mutirão carcerário nos presídios do estado.

A série de vistorias deverá acontecer no período de 17 de setembro a 18 de outubro deste ano. Segundo o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), o último mutirão realizado pelo órgão no estado ocorreu em 2010.

A data de início do mutirão carcerário foi decidida ontem em reunião realizada no TJAM, em Manaus, com os representantes do CNJ, os juízes Luciano Losekann e Douglas Melo e o assessor Paulo Amaral.

Também estavam presentes o presidente do TJAM, desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa; o desembargador Sabino da Silva Marques, presidente do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do Amazonas; o secretário de Justiça do Amazonas (Sejus), delegado Wesley Aguiar; juízes criminais e representantes da Ordem dos Advogados do Amazonas (OAB/AM), Ministério Público e Defensoria Pública.

A Ordem dos Advogados do Brasil – Secção do Amazonas, diz que tem uma idéia para solucionar o problema na capital, mas lamentou que não tenha sido convocada para participar da reunião.

(Amazonianarede – Assessoria) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.