Avenida Eduardo Ribeiro revitalizada, antes do Natal

Eduardo Ribeiro revitalizada, deve ser entregue antes do Natal
Eduardo Ribeiro revitalizada, deve ser entregue antes do Natal
Eduardo Ribeiro revitalizada, deve ser entregue antes do Natal

Manaus, AM – A Prefeitura de Manaus quer antecipar a entrega da primeira etapa da revitalização da avenida Eduardo Ribeiro, no Centro. Antes prevista para janeiro de 2016, a expectativa agora é que a via esteja liberada até o fim do período natalino. Nesta sexta-feira, 13, o prefeito Arthur Virgílio Neto acompanhou a retomada dos serviços, que estavam paralisados esperando nova liberação do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O prefeito caminhou sobre os paralelepípedos que compunham a paisagem da avenida do século XIX e já pode notar o antigo aspecto sendo devolvido a uma das principais vias do Centro de Histórico de Manaus. “A Eduardo Ribeiro é essencial para que junto às demais obras de recuperação do Centro Histórico, possamos torná-la mais uma meca do turismo”, destacou.

Ainda segundo o prefeito, toda cidade que tem seu Centro Histórico recuperado tem também seu mercado turístico fomentado. “Aqui está a nossa alma e queremos ressuscitar tudo isso, fazendo uma convivência harmoniosa com o novo e com a modernidade. É a vitória do passado casando com o presente. É essa a cidade que queremos, uma Manaus que encante os turistas e que traga orgulho para seu povo”, concluiu Arthur.

Com a antecipação da data de entrega, a prefeitura intensificou os trabalhos no trecho que vai da praça do Congresso até a rua 24 de Maio. Após a liberação da primeira etapa, as obras devem começar em um novo trecho somente após as festas de final de ano.

O projeto da nova Eduardo Ribeiro se caracteriza pelo resgate do pavimento original da avenida, com a retirada das camadas de asfalto e recuperação das pedras lioz e os paralelepípedos originais.

Praça da Matriz

 

Outra boa notícia é que o Iphan também liberou os demais projetos que compõem o Centro Histórico da cidade, o que dará maior celeridade nas obras de resgate da história e da essência do povo manauara.

“O Iphan tem sido um grande parceiro e recentemente conseguimos aprovar a última etapa pendente para a execução dos projetos, que é o monitoramento arqueológico para a praça da Matriz. Na próxima semana teremos um novo ritmo de obras, porque estamos com todas as frentes liberadas, tanto o projeto executivo quanto o monitoramento arqueológico”, explicou o coordenador municipal do PAC Cidades Históricas, Antônio Nelson.

As obras da nova Eduardo Ribeiro se integram ao projeto de requalificação da praça 15 de Novembro, mais conhecida como praça da Matriz, liberando a segunda faixa da via que ao longo dos anos foi tomada por ocupações irregulares.

Amazonianarede

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.