Assaltos a ônibus crescem na capital

Assaltos a coletivos, crescem em Manaus e deixa a população com medo

 

Assaltos a coletivos, crescem em Manaus e deixa a população com medo
Assaltos a coletivos, crescem em Manaus e deixa a população com medo

Manaus, AM – Esta cada vez mais complicado se deslocar e transporte coletivo na capital amazonense,e considerando que o numero de assaltos ao ônibus vem aumentando consideravelmente e isso deixa a população com medo

Para se ter uma ideia da gravidade da situação que o sistema enfrenta entre os meses de janeiro e maio deste ano, as dez empresas que operam no transporte coletivo em Manaus,  registraram 1.082 ocorrências de assaltos a coletivos, segundo dados do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), divulgados nesta quinta-feira (16).

Ainda segundo o Sinetram,  os números representam uma média de sete assaltos por dia.  A quantidade de crimes registrados em 2016 rendeu às concessionárias um prejuízo de mais de R$ 310,8 mil. O presidente do sindicato, Carmine Furletti, acredita que uma das alternativas para a redução no número de crimes dentro dos ônibus é o uso dos cartões passafácil para o pagamento da tarifa.

“Só há uma alternativa para conseguirmos reduzir esse elevado índice de assaltos: o pagamento da tarifa através dos cartões passafácil. Quando conseguirmos reduzir o fluxo de dinheiro dentro dos ônibus, tenho certeza que os crimes vão diminuir. Por isso vamos aumentar os postos de venda dos créditos de 19 para 200 ainda este ano, o que vai facilitar a recarga do cartão para o usuário”, ressalta o presidente.

Ainda de acordo com Furletti, os órgãos de segurança pública precisam continuar se empenhando para combater esse tipo de crime e dar mais segurança tanto para os usuários, quanto para os colaboradores.

“Sabemos de todo o esforço da polícia para reduzir esse tipo de criminalidade, mas a média diária de assaltos continua. Em todos os casos os colaboradores são orientados a registrar o Boletim de Ocorrência e as imagens das câmeras de segurança dos veículos são cedidas à polícia, que em algumas situações consegue identificar os criminosos, porém a maioria não é solucionada”, finaliza.

Conforme os registros do Sinetram, as regiões com maiores índices de crimes nos coletivos são as zonas Norte e Leste da capital, onde concentram o maior número de usuários, cerca de 400 mil por dia.

De janeiro à dezembro de 2015 foram registrados 2.701 assaltos no tranpsorte coletivo em Manaus . As empresas contabilizaram um prejuízo de mais de R$ 477,3 mil.

Amazonianarede-Rede Amazônica

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.