Apresentado projeto técnico dos anéis viários leste e sul de Manaus em audiência pública

Amazonianarede – Agecom

Manaus – Os projetos de implantação de dois novos anéis viários em Manaus foram apresentados pelo Governo do Amazonas em audiência pública, nesta quarta-feira, 16 de janeiro, no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, no bairro Cidade Nova, zona norte da cidade. Com a coordenação da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), a audiência apresentou detalhes técnicos das intervenções para mais de 150 pessoas entre sociedade civil, parlamentares e empresários.

As obras do anel viário sul somam 8,3 quilômetros de vias que interligarão a zona oeste à zona norte. O anel viário leste terá 17,6 quilômetros de ligação da zona norte com a zona leste da capital. Os participantes da audiência não apresentaram propostas de modificação dos projetos. O resultado da audiência será encaminhado no prazo de 15 dias para a Comissão Geral de Licitação para início do processo licitatório. Após os tramites legais, a expectativa é que as obras iniciem em meados do mês de abril.

Orçamento

O projeto está estimado em R$ 285 milhões, sendo R$ 92,573 milhões para o anel sul e pouco mais de R$ 192 milhões para o leste. De acordo com a secretária de Infraestrutura do Estado, Waldívia Alencar, o Governo Federal está financiando 90% do valor da obra do anel viário sul e 85% das obras do leste. A contrapartida de 10% e 15% restantes, respectivamente, é do Governo do Amazonas.

“Esse investimento foi acertado entre o governador Omar Aziz e a presidenta Dilma (Rousseff) em meados de outubro do ano passado. Nossa meta é estar com essas duas obras prontas até 2014, melhorando significativamente a fluidez do trânsito em toda cidade de Manaus, uma vez que essas vias vão desafogar principalmente o fluxo do Distrito Industrial nas principais via da cidade”, disse.

Obra

Conforme o projeto dos anéis viários, no eixo sul, será feita a duplicação de 8,3 quilômetros da estrada do Tarumã, iniciando pelo trecho da rotatória que interliga a avenida do Turismo com avenida Santos Dumont (estrada do aeroporto). A duplicação segue no sentido da avenida Torquato Tapajós e termina na avenida José Henriques, onde será construído um viaduto dividindo o fluxo da Torquato com a José Henriques.

No eixo leste, o projeto prevê uma ligação de 17,6 quilômetros da avenida Margarita (Nova Cidade) com a alameda Cosme Ferreira (nas proximidades da Escola Agrícola), no Distrito Industrial II (zona leste). Esta obra inicia próximo ao horto florestal municipal, na avenida Margarita, passa pelo ramal do Brasileirinho até chegar na Cosme Ferreira.

Desapropriações

Em um levantamento preliminar realizado pela Seinfra, as duas obras interferem em 70 imóveis, entre terrenos e propriedades particulares. A Superintendência Estadual de Habitação (Suhab) está com equipes trabalhando no levantamento e cadastro das famílias cujo imóvel interfere nas projeções da obra. A questão da desapropriação vai seguir os parâmetros legais adotados nas demais obras do Estado.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.