Após oito anos “mercadão” volta a funcionar para a alegria do povo

(Amazonianarede – Osny Araújo)
Foto: Sandra Monteiro

Após oito anos fechado para uma ampla reforma, enfrentando problemas de recursos financeiros, com o Patrimônio Histórico e de vontade política, o prefeito Arthur ao assumir o cargo no dia 1º de janeiro deste ano, prometeu que daria de presente a Manaus, ao seu povo e aos visitantes, a reabertura do mercado municipal Adolpho Lisboa, patrimônio histórico de arquitetônico da cidade, no dia do aniversário de Manaus e a promessa foi cumprida.

O “mercadão” como é conhecido foi reinaugurado e já está funcionando a pleno vapor e a promessa de Arthur foi cumprida à risca.

Fogos, música e muita animação marcaram a solenidade, que segundo estimativa da Polícia Militar do Estado, contou com a participação de um público superior a quatro mil pessoas.

O fato é que a festa de reinauguração do Adolpho Lisboa, deixou muita gente emocionada, isto porque, recorda a infância e fatos importantes na passagem das vidas de milhares de amazonenses, que agora, se sentem recompensados com a reabertura do belo patrimônio na cidade, que começa a ter a sua historia resgatada para o bem de todos e felicidade geral dos manauaras.

Desde as primeiras horas da noite, ou melhor, no final da tarde, o público começou a chegar nas proximidades do mercado e todos demonstravam muita satisfação em vez o belo patrimônio resgatado no dia do aniversário da cidade e muitos, não faziam questão de esconder a emoção, especialmente os moradores mais antigos de Manaus e os turistas que por lá apareceram, reconheceram a beleza arquitetônica da obra.

A segurança do evento foi perfeita, contando com a participação da Polícia Militar do Estado, da Guarda Municipal e do Manaustrans no ordenamento do trânsito que foi fechado nas ruas próximas ao mercado.

Discurso emocionado

O prefeito Arthur Neto que chegou ao local acompanhado do governador Omar Aziz, num discurso emocionante, destacou a importância desse resgate histórico para a cidade de Manaus no que em dia comemora 344 anos. Garantiu, que com isso foi dado o primeiro grande passo para o completo resgate do centro histórico da cidade.

No emocionado discurso, Arthur frisou que “quem não tem centro histórico, não tem identidade e aos poucos chegaremos aos bairros”, comentou. “Temos entendimento que Manaus virou um canteiro de obras, são mais de 35 quilômetros de via recapeados em bom estado, com padrão e estilo. É o melhor que podemos ter, é o respeito pelo dinheiro público”.

O prefeito afirmou que o “mercadão” retorna as suas atividades na forma original e frisou que . “os permissionários estão recebendo apenas a justiça que merecem e eu estou honrado em ser na nossa administração. Este aniversario é muito simbólico, Manaus vai se acostumar com coisas boas e os habitantes a valorizar os imóveis daqui”.

Ratos & ratos

Também emocionado, o governador Omar Aziz discursou no evento e apelo pela preservação do belo e valioso patrimônio da cidade.

Já o governador Omar Aziz chamou atenção do público para a necessidade de preservar o patrimônio. “Vamos preservar este presente, manter como recebemos e evitar tantos ratos animais quanto os ratos que queiram denegrir a cidade”, afirmou. “Esta obra marca a reconstrução de Manaus. A praça da Matriz também passa por recuperação e, em breve, faremos o mesmo com a dos Remédios”- disse o governador.

Em seguida, foi exibida para o público a ‘Memória Encenada’, que narra em sete minutos a história de Manaus e do mercadão com a participação de coral.

A solenidade oficial de descerramento da placa de reabertura do Mercado Municipal Adolpho Lisboa foi antecedida pela apresentação do Hino de Manaus e seguido por queima de fogos.

A programação seguiu com a apresentação de Paulo Marinho e Gonzaga Blantez. O evento contou ainda com o show da banda Amazônia Pop, da cantora Márcia Novo.

“Teremos 24 horas de programação cultural para celebrar a entrega do nosso mercado e esperamos o público para prestigiar”, disse o titular da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro. “São esperadas mais de cinco mil pessoas”.

À meia-noite, a Orquestra de Beiradão do Amazonas (OBA), junto com os cantores Zezinho Correa e Márcia Novo, assumiu o comando da festa para o ‘Parabéns a Manaus’, com direito a novo show pirotécnico, com oito minutos de duração. A partir das 5h, foi servido um mingau aos presentes.

Mingau de banana

Uma das tradições do Mercado é o mingau de banana. Antigamente, os manauaras tinham o costume de, pela manhã, ir até o mercado só para tomar o mingau e devem retomar essa cultura.

“Uma coisa que cobrei muito é que quando abríssemos as portas do Mercado com a restauração é que voltasse também o hábito do bom e velho mingau de banana. Não sou muito chegado a coisas doces, mas hoje tudo vale”, finalizou o prefeito.

Hoje, o funcionamento do mercado Adolpho Lisboa é normal e muita gente deverá passar pelos boxes para matar a saudade, fazer comprar, encontrar velhos e amigos e porque não, saborear o tradicional mingau de banana.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.